Busca avançada
Ano de início
Entree

Identificação de genes de predisposição à síndrome do carcinoma de mama e tireóide por sequenciamento total do exoma

Processo: 12/12714-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de novembro de 2012
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2014
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Humana e Médica
Pesquisador responsável:Silvia Regina Rogatto
Beneficiário:Maísa Pinheiro
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FMB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Oncogenética   Neoplasias mamárias   Neoplasias da glândula tireoide

Resumo

Dentre os casos de câncer, 10% fazem parte de síndromes de cânceres hereditários (SCH), enquanto 15% dos casos pertencem a agrupamentos familiais de câncer. A etiologia dos tumores sólidos, incluindo o Carcinoma de Mama (CM) e Carcinoma de Tireóide (CT), é multifatorial, dependente de fatores ambientais e genéticos que desempenham um papel variável na etiologia da doença. No entanto, uma parcela significativa da incidência destes tumores está associada com um componente hereditário. Logo, a identificação de fatores de predisposição e a caracterização de fatores de risco genético são essências para diagnóstico, prognóstico e aconselhamento genético de pacientes afetados e seus familiares. Dentro desse contexto, a tecnologia de Sequenciamento de Exoma Total (SET), baseada na captura de sequências de codificadoras de proteínas por meio de hibridação, tem sido utilizada na busca de variações relacionadas principalmente em doenças hereditárias de caráter monogênico. Estima-se que 85% das mutações de grande efeito ocorram em sequências codificadoras de proteínas, distribuídas em regiões exônicas e/ou em sítios de splicing. Neste estudo, com o objetivo de identificar genes de predisposição a CM e CT, será sequenciado o exoma de 30 famílias com história de CM e CT, selecionadas por critérios bem definidos. Os probandos selecionados para estudo não apresentam mutações nos genes principais relacionados às síndromes hereditárias (BRCA1, BRCA2, TP53 e CHEK2). A detecção e a definição de novas alterações genéticas associadas a esses tumores podem ampliar o espectro de síndromes associadas ao câncer e permitir a identificação de pacientes com risco de desenvolver estes tumores, além de contribuir para o diagnóstico molecular e aconselhamento genético destas famílias.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
PINHEIRO, MAISA; DRIGO, SANDRA APARECIDA; TONHOSOLO, RENATA; ANDRADE, SONIA C. S.; MARCHI, FABIO ALBUQUERQUE; JURISICA, IGOR; KOWALSKI, LUIZ PAULO; ACHATZ, MARIA ISABEL; ROGATTO, SILVIA REGINA. HABP2 p.G534E variant in patients with family history of thyroid and breast cancer. ONCOTARGET, v. 8, n. 25, p. 40896-40905, JUN 20 2017. Citações Web of Science: 1.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.