Busca avançada
Ano de início
Entree

Imaginologia digital 3d aplicados a Odontologia caracterização facial de uma população de sujeitos adultos assintomáticos

Processo: 12/14816-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de novembro de 2012
Vigência (Término): 30 de abril de 2014
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia
Pesquisador responsável:Marco Antonio Moreira Rodrigues da Silva
Beneficiário:Priscilla Bertollo Ferreira
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto (FORP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Imaginologia   Fotogrametria   Antropometria   Reprodutibilidade   Digitalização tridimensional   Avaliação clínica

Resumo

A face humana apresenta características próprias de acordo com a oclusão dentária, harmonia facial, musculatura orofacial, além do formato e configuração das estruturas craniofaciais. Desta forma, a análise facial pelos tecidos moles em três dimensões vem sendo estudada com maior afinco, sendo que uma variedade de técnicas não-invasivas de análises faciais de reconstrução 3D está oferecendo mudanças significativas no processo de diagnóstico. Entre estes o método mais promissor de avaliação dos tecidos moles é a estereofotogrametria que consiste em um grupo de câmeras, que capturam as imagens de vários ângulos simultaneamente, em um espaço de tempo muito curto e um software reconstrói a imagem digital 3D. Portanto o objetivo desse trabalho será analisar um perfil antropométrico de uma população de jovens adultos assintomáticos, com idade entre 18 e 25 anos, para desordens temporomandibulares, definindo características faciais comuns a todos, traçando um guia do perfil de tecido mole de pacientes adultos jovens e criando um banco de dados de mensurações miofuncionais faciais de uma população adulta jovem saudável, além de testar a precisão e reprodutibilidade deste método. Para isso, uma amostra composta por 50 sujeitos saudáveis, sem sinais ou sintomas de DTM, ambos confirmados por exame clínico odontológico e seguindo a classificação proposta pelo protocolo do Research Diagnostic Criteria for Temporomandibular Disorders - RDC/TMD serão submetidos à uma avaliação clínica de oclusão na primeira sessão de avaliação. A avaliação clínica das funções estomatognáticas (mastigação) será realizada por fonoaudiólogo. Após esta fase inicial, os sujeitos que se enquadrarem serão submetidos ao escaneamento facial. Para os dados expressos em nível nominal ou intervalar de mensuração, como os dos exames clínicos, será empregada estatística não-parámetrica. Assim para as análises que envolverem apenas frequências será empregado o teste de Fisher. Para dados expressos em escalas de nível intervalar será empregado o teste de Wilcoxon para dados pareados nas análises intra-grupo. Os dados relativos às medidas faciais realizadas, em milímetros, serão analisados por meio de estatística paramétrica, sendo empregado para as análises intra-grupo o teste t para dados pareados. O nível de significância estabelecido será de 5%.(AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)