Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito da varicocele e de seu tratamento nas vias proteômicas e lipidômicas e no estresse oxidativo seminal em adultos

Processo: 12/15039-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de novembro de 2012
Vigência (Término): 12 de dezembro de 2016
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina
Pesquisador responsável:Ricardo Pimenta Bertolla
Beneficiário:Mariana Camargo
Instituição-sede: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Infertilidade masculina   Proteômica   Estresse oxidativo   Lipidômica   Varicocele

Resumo

A varicocele é a principal causa tratável de infertilidade masculina. Apesar de presente em 15% da população masculina adulta, 35% dos homens inférteis e 80% dos homens com infertilidade secundária apresentam uma varicocele palpável. Além disso, muitos estudos associam a varicocele a uma diminuição na qualidade seminal, na qualidade funcional dos espermatozoides, no volume testicular e na composição proteômica do plasma seminal. A intervenção cirúrgica (varicocelectomia) pode melhorar a qualidade seminal, porém ainda não sabemos (i) quais homens devem ser operados para varicocele e (ii) quais mecanismos moleculares determinam essa melhora seminal. Um estudo recente de nosso grupo verificou que a varicocelectomia leva a uma melhora precoce (em até 90 dias) no estresse oxidativo seminal e na biossíntese de eicosanóides. Sabemos, pois, que a correção da varicocele impacta positivamente a qualidade funcional e a expressão de algumas proteínas. Ainda necessitamos mapear melhor o proteoma do plasma seminal e dos espermatozoides destes pacientes, porque não sabemos como se diferencia do sêmen de homens férteis, tampouco podemos sugerir quais pacientes devem ou não ser operados.Em vista disso, o presente projeto se propõe a estudar homens com sêmen normal, sem varicocele (controles) e compará-los com pacientes com varicocele antes da correção da varicocele e 90 e 360 dias após a varicocelectomia subinguinal microcirúrgica. Em ambos os grupos (com e sem varicocele) e nos três tempos experimentais (antes, 90 dias após e 360 dias após a varicocelectomia) será realizada uma avaliação da qualidade seminal, da qualidade funcional dos espermatozóides, do nível de peroxidação lipídica seminal, bem como uma análise proteômica e lipidômica destes pacientes.Com esses resultados, espera-se obter uma melhor compreensão dos mecanismos pelos quais a varicocelectomia pode reestabelecer a homeostase seminal e as vias metabólicas presentes, bem como a separar os pacientes que se beneficiarão de fato de uma intervenção cirúrgica.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
CAMARGO, M.; INTASQUI, P.; BELARDIN, L. B.; ANTONIASSI, M. P.; CARDOZO, K. H. M.; CARVALHO, V. M.; FRAIETTA, R.; BERTOLLA, R. P. Molecular pathways of varicocele and its repair - A paired labelled shotgun proteomics approach. JOURNAL OF PROTEOMICS, v. 196, p. 22-32, MAR 30 2019. Citações Web of Science: 0.
DEL GIUDICE, P. T.; BELARDIN, L. B.; CAMARGO, M.; ZYLBERSZTEJN, D. S.; CARVALHO, V. M.; CARDOZO, K. H. M.; BERTOLLA, R. P.; CEDENHO, A. P. Determination of testicular function in adolescents with varicocoele - a proteomics approach. ANDROLOGY, v. 4, n. 3, p. 447-455, MAY 2016. Citações Web of Science: 12.
CAMARGO, MARIANA; INTASQUI, PAULA; BERTOLLA, RICARDO PIMENTA. Proteomic profile of seminal plasma in adolescents and adults with treated and untreated varicocele. ASIAN JOURNAL OF ANDROLOGY, v. 18, n. 2, p. 194-201, MAR-APR 2016. Citações Web of Science: 15.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.