Busca avançada
Ano de início
Entree

Perfil global de metilação do genoma na síndrome do melanoma familial

Processo: 12/13963-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de novembro de 2012
Vigência (Término): 31 de agosto de 2015
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Humana e Médica
Pesquisador responsável:Ana Cristina Victorino Krepischi
Beneficiário:Érica Sara Souza de Araújo
Instituição-sede: A C Camargo Cancer Center. Fundação Antonio Prudente (FAP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Melanoma   Metilação de DNA   Linfócitos

Resumo

O melanoma é um tumor de pele agressivo com incidência crescente em todo o mundo. A maioria dos casos é esporádica, mas a chance de desenvolver este tipo de câncer aumenta significativamente em pessoas com histórico familial de melanoma. São dois os genes descritos com alta penetrância no melanoma familial: CDKN2A (que codifica p16 e p14) e CDK4. Contudo, uma proporção das famílias de predisposição a melanoma não apresenta mutações nestes genes, de maneira que a maior parte dos casos de suscetibilidade hereditária ao melanoma permanece sem etiologia definida. A metilação do DNA tem sido caracterizada como um importante fator epigenético afetando o desenvolvimento de tumores. É bem estabelecido que células tumorais apresentam padrão alterado de metilação do genoma (epimutações) em relação ao tecido normal de origem, o que ocasiona expressão gênica aberrante. Mais recentemente, alguns estudos têm revelado a ocorrência de epimutações constitutivas como fator de suscetibilidade ao câncer. Diante da deficiência no conhecimento dos fatores genéticos associados ao melanoma familial e da importância da metilação do DNA na tumorigênese, é objetivo deste projeto avaliar como modificações no epigenoma de pacientes portadores da síndrome de melanoma familial, constitutivas ou não, podem contribuir com a patogênese deste tipo de câncer. A abordagem será estudar o padrão de metilação global de DNA nestes indivíduos, utilizando microarrays de alta resolução, para a identificação de genes com perfil aberrante de metilação e redes biológicas afetadas. Posteriormente, os genes significativamente afetados serão analisados quanto seu padrão de metilação e expressão em melanomas derivados destes pacientes. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DE ARAUJO, ERICA S. S.; KASHIWABARA, ANDRE Y.; ACHATZ, MARIA I. W.; MOREDO, LUCIANA F.; DE SA, BIANCA C. S.; DUPRAT, JOAO P.; ROSENBERG, CARLA; CARRARO, DIRCE M.; KREPISCHI, ANA C. V. LINE-1 hypermethylation in peripheral blood of cutaneous melanoma patients is associated with metastasis. Melanoma Research, v. 25, n. 2, p. 173-177, APR 2015. Citações Web of Science: 11.
DE ARAUJO, ERICA S. S.; PRAMIO, DIMITRIUS T.; KASHIWABARA, ANDRE Y.; PENNACCHI, PAULA C.; MARIA-ENGLER, SILVYA S.; ACHATZ, MARIA I.; CAMPOS, ANTONIO H. J. F. M.; DUPRAT, JOAO P.; ROSENBERG, CARLA; CARRARO, DIRCE M.; KREPISCHI, ANA C. V. DNA Methylation Levels of Melanoma Risk Genes Are Associated with Clinical Characteristics of Melanoma Patients. BIOMED RESEARCH INTERNATIONAL, 2015. Citações Web of Science: 4.
SOUZA DE ARAUJO, ERICA SARA; MARCHI, FABIO ALBUQUERQUE; RODRIGUES, TATIANE CRISTINA; VIEIRA, HENRIQUE CURSINO; KUASNE, HELLEN; WADDINGTON ACHATZ, MARIA ISABEL; MOREDO, LUCIANA FACURE; SOARES DE SA, BIANCA COSTA; DUPRAT, JOAO PEREIRA; BRENTANI, HELENA PAULA; ROSENBERG, CARLA; CARRARO, DIRCE MARIA; VICTORINO KREPISCHI, ANA CRISTINA. Genome-wide DNA methylation profile of leukocytes from melanoma patients with and without CDKN2A mutations. Experimental and Molecular Pathology, v. 97, n. 3, p. 425-432, DEC 2014. Citações Web of Science: 3.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.