Busca avançada
Ano de início
Entree

Diversidade funcional e estratégias nutricionais em espécies arbustivo-arbóreas de Cerrado e Floresta Estacional

Processo: 12/18295-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de novembro de 2012
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2016
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Ecologia
Pesquisador responsável:Marco Antônio Portugal Luttembarck Batalha
Beneficiário:Raquel Carolina Miatto
Instituição-sede: Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Savana   Nitrogênio   Fósforo

Resumo

As savanas tendem a ocorrer onde, climaticamente, florestas poderiam ser mantidas e, em geral, ambas estão em contato, como estados alternados ou fixos. Na savana brasileira, o cerrado, a fertilidade do solo é um dos principais fatores determinantes da variação fisionômica, assim como a toxicidade por alumínio. Portanto, espera-se que as plantas de cerrado tenham mecanismos diferentes para lidar com ambientes distróficos e exibam divergência nos traços devido à intensa competição por recursos, quando comparadas a espécies de floresta. Nós estudaremos a relação entre a nutrição mineral e os traços funcionais no componente arbóreo do cerrado e da floresta estacional. Considerando o conteúdo de nutrientes no solo e os traços funcionais vegetais ao longo do gradiente fisionômico, esperamos que o fósforo e o nitrogênio sejam cruciais para a estratégia funcional das espécies de cerrado e de floresta estacional. Também estamos interessados na resposta das espécies de cerrado e floresta a diferences níveis de nutrientes no solo. Para isso, conduziremos um experimento com adição de fósforo e nitrogênio em casa de vegetação. Considerando que o cerrado está ameaçado pela expansão agrícola, e que a fertilização dessas áreas podem levar a perdas de espécies já que as espécies nativas estão adaptadas a solos pobres, esse estudo pode nos dar informações importantes sobre as estratégias que as espécies de cerrado possuem para superar as restrições do solo e também, indiretamente, sobre as ameaças que o cerrado sofre em áreas adjacentes a cultivos agrícolas.

Publicações científicas (4)
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
MIATTO, RAQUEL CAROLINA; BATALHA, MARCO ANTONIO. Are the cerrado and the seasonal forest woody floras assembled by different processes despite their spatial proximity?. JOURNAL OF PLANT ECOLOGY, v. 11, n. 5, p. 740-750, OCT 2018. Citações Web of Science: 2.
ABE, NATALIA; MIATTO, RAQUEL CAROLINA; BATALHA, MARCO ANTONIO. Relationships among functional traits define primary strategies in woody species of the Brazilian ``cerrado{''}. BRAZILIAN JOURNAL OF BOTANY, v. 41, n. 2, p. 351-360, JUN 2018. Citações Web of Science: 1.
MIATTO, RAQUEL CAROLINA; BATALHA, MARCO ANTONIO. Leaf chemistry of woody species in the Brazilian cerrado and seasonal forest: response to soil and taxonomy and effects on decomposition rates. Plant Ecology, v. 217, n. 12, p. 1467-1479, DEC 2016. Citações Web of Science: 6.
MIATTO, RAQUEL C.; WRIGHT, IAN J.; BATALHA, MARCO A. Relationships between soil nutrient status and nutrient-related leaf traits in Brazilian cerrado and seasonal forest communities. PLANT AND SOIL, v. 404, n. 1-2, p. 13-33, JUL 2016. Citações Web of Science: 20.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.