Busca avançada
Ano de início
Entree
Conteúdo relacionado

Melhorando os modelos de massa de galáxias mediante simulações numéricas

Processo: 12/21375-0
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado Direto
Vigência (Início): 01 de abril de 2013
Vigência (Término): 31 de março de 2014
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Astronomia - Astrofísica Extragaláctica
Pesquisador responsável:Claudia Lucia Mendes de Oliveira
Beneficiário:Juan Carlos Basto Pineda
Supervisor no Exterior: Volker Springel
Instituição-sede: Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas (IAG). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa : Heidelberg Institute for Theoretical Studies (HITS), Alemanha  
Vinculado à bolsa:11/21678-0 - Matéria escura e bariônica em galáxias espirais: uma análise conjunta de observações e simulações numéricas, BP.DD
Assunto(s):Cosmologia (astronomia)   Estrutura da galáxia   Cinemática   Simulação numérica

Resumo

Esse projeto irá procurar novas evidências para comprender a dinâmica das galáxias, utilizando dados observacionais e simulações numéricas de maneira conjunta, e métodos de análise que permitam comparações direitas entre os dois enfoques. Observações da cinemática das galáxias têm sido utilizadas para estudar as propriedades das suas componentes de matéria escura e de matéria bariônica desde há muito tempo. Frequentemente isto é feito mediante o estudo das curvas de rotação, que são utilizadas para deduzir a forma e a concentração dos halos de matéria escura depois de ter substraído a contribuição das componentes bariônicas utilizando fotométria. A partir de este tipo de estudos tem sido dito que muitas galáxias posuem perfis de matéria escura que são planos no centro (cores). Este fato contradiz o perfil empinado (cusp) observado nas simulações numéricas de formação de estrutura sob o paradigma cosmológico $\Lambda$CDM$, e é conhecido como o problema \textit{CUSP/CORE}. Contudo, é dificil tirar conclusões confiáveis partindo das observações devido à serie de supocições que devem ser feitas. Com esse projeto pretendemos testar os possíveis viéses e incertezas nas deduções sobre os halos de matéria escura pelos métodos observacionais, usando simulações numéricas para validar os diferentes métodos de análise achados na literatura. Planeja-se também rodar simulações de galáxias isoladas até reproduzir os mapas de velocidade observados de algumas galáxias específicas, para colocar limites à distribuição da sua matéria escura e bariônica. Finalmente pesquisaremos as possíveis assinaturas que as sub-estruturas da galáxia poderiam deixar no mapa de velocidade, para checar posteriormente na nossa amostra até que ponto a distribuição da luz determina a distribuição da massa nas pequenas escalas. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
PINEDA, JUAN C. B.; HAYWARD, CHRISTOPHER C.; SPRINGEL, VOLKER; DE OLIVEIRA, CLAUDIA MENDES. Rotation curve fitting and its fatal attraction to cores in realistically simulated galaxy observations. Monthly Notices of the Royal Astronomical Society, v. 466, n. 1, p. 63-87, APR 2017. Citações Web of Science: 20.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.