Busca avançada
Ano de início
Entree

Intervenção para desenvolvimento de funções executivas em crianças no início do ensino fundamental: efeitos sobre aprendizagem formal e comportamento

Processo: 12/50418-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de março de 2013
Vigência (Término): 30 de junho de 2014
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Psicologia - Psicologia Cognitiva
Pesquisador responsável:Alessandra Gotuzo Seabra
Beneficiário:Natália Martins Dias
Instituição-sede: Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS). Universidade Presbiteriana Mackenzie (UPM). Instituto Presbiteriano Mackenzie. São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Rendimento escolar   Desenvolvimento   Prevenção

Resumo

As funções executivas são um conjunto de habilidades que possibilitam o controle de cognições, comportamentos e emoções, sendo relevantes para a aprendizagem e para o comportamento autorregulado. Estudos internacionais têm reconhecido a importância de intervenções sobre estas habilidades, sobretudo sob enfoque preventivo. No projeto de doutorado da candidata, um programa de intervenção com foco em prevenção foi desenvolvido e testado com crianças de 5 e 6 anos com resultados promissores sobre o desempenho em testes de funções executivas. Em continuidade, este projeto tem como objetivo ampliar resultados deste estudo pioneiro, investigando se a participação no programa de intervenção pode estender seus ganhos para a aprendizagem de leitura e aritmética e medidas de comportamento, incluindo indicadores de desatenção e hiperatividade, e se os ganhos se mantêm após 6 meses. Participarão aproximadamente 4 professoras e 60 crianças, com idade média de 6 anos, de 4 classes de 1º ano de uma escola pública de SP. O projeto se desenvolverá ao longo de 4 etapas: pré-teste, intervenção, pós-teste e follow-up. No pré-teste, as crianças serão avaliadas na Escala de Maturidade Mental Columbia (EMMC), Teste de Stroop Semântico e Teste de Trilhas para pré-escolares. Pais e professores responderão ao Inventário de Funcionamento Executivo Infantil, ao Questionário de Capacidades e Dificuldades e à MTA-SNAP-IV. Na intervenção, as 2 professoras designadas ao GE serão orientadas e supervisionadas na aplicação das atividades do programa em sala de aula. O GC permanecerá com as atividades regulares. No pós-teste e follow-up serão utilizados os mesmos instrumentos do pré-teste, exceto a EMMC, e as crianças serão avaliadas em leitura e aritmética. Pretende-se contribuir à discussão sobre intervenções para as funções executivas e generalização de seus resultados, culminando com a publicação do programa interventivo utilizado. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.