Busca avançada
Ano de início
Entree

Distribuição espacial do risco de dengue em Amparo - SP

Processo: 12/18877-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de novembro de 2012
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2013
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Saúde Coletiva - Epidemiologia
Pesquisador responsável:Ricardo Carlos Cordeiro
Beneficiário:Alcir Escocia Dorigatti
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Médicas (FCM). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Dengue   Geoprocessamento   Risco sanitário   Amparo (SP)

Resumo

A dengue é um relevante problema de saúde pública no mundo, sendo a mais importante arbovirose que acomete o homem. Medidas de controle e ações de vigilância têm se mostrado pouco efetivas na maior parte dos municípios brasileiros, desvelando a complexidade da doença em populações humanas e a dificuldade de seu controle. As epidemias dessa doença podem apresentar características peculiares em regiões com padrões ecológicos, econômicos, sociais e culturais distintos. A análise espacial de dados oferece um conjunto de ferramentas que contribuem para ampliar a compreensão sobre a disseminação do Aedes aegypti e da dengue, bem como identificar situações de risco. São instrumentos que orientam a tomada de decisões, possibilitando analisar com maior precisão a ocorrência de doença em áreas urbanas heterogêneas, com isso qualificando e aumentando a precisão das ações de controle. Com isso o estudo pretende mapear e quantificar a distribuição do risco de dengue no município de Amparo, município do interior paulista, com cerca de 65 mil habitantes, que servirá para analisar intervenções em municípios com características semelhantes. (AU)