Busca avançada
Ano de início
Entree

Variação estrutural de uma metacomunidade de peixes de água doce em riachos da Floresta Atlântica

Processo: 12/19723-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2013
Vigência (Término): 30 de junho de 2015
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Ecologia - Ecologia Aplicada
Pesquisador responsável:Lilian Casatti
Beneficiário:Cristina da Silva Gonçalves
Instituição-sede: Instituto de Biociências, Letras e Ciências Exatas (IBILCE). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de São José do Rio Preto. São José do Rio Preto , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):13/20794-1 - Variação estrutural de uma metacomunidade de peixes de água doce em riachos da Floresta Atlântica, BE.EP.PD
Assunto(s):Metacomunidades

Resumo

Muitos fatores influenciam a estruturação da ictiofauna em riachos (e.g. heterogeneidade do hábitat, escala espacial e dispersão) e o conceito de metacomunidades pode ajudar no entendimento dos mecanismos e processos que regulam a organização espacial das espécies, pois esta abordagem está focada na interação entre a dispersão e a dinâmica da comunidade dentro e entre as escalas local e regional. O objetivo deste estudo será determinar o quanto as variáveis ambientais e espaciais (fatores locais e regionais, respectivamente) contribuem para explicar a variação na estrutura das comunidades de peixes nos riachos da Juréia-Itatins dentro da perspectiva de metacomunidades. Em um estudo anterior realizado neste local, encontrou-se que a estrutura do hábitat (i.e. profundidade, velocidade de corrente e o substrato) pode influenciar a diversidade da ictiofauna, porém houve indícios de que o gradiente altitudinal e o grau de isolamento entre os riachos são fatores espaciais que podem também ser responsáveis pela organização desta ictiofauna. Foram selecionados 18 pontos distribuídos nos trechos superior, médio e inferior dos riachos. A ictiofauna foi amostrada com pesca elétrica e inclui representantes de 19 espécies. Análises estatísticas multivariadas irão avaliar a abundância dessas espécies em cada ponto amostral em relação às variáveis ambientais (largura, velocidade da corrente, profundidade e tipo de substrato do riacho, pH, condutividade, oxigênio dissolvido e temperatura da água) e espaciais (posição geográfica e longitudinal, grau de isolamento, ordem do canal, e estado de preservação da vegetação ripária) que foram registradas.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
GONCALVES, CRISTINA DA SILVA; DE SOUZA BRAGA, FRANCISCO MANOEL; CASATTI, LILIAN. Trophic structure of coastal freshwater stream fishes from an Atlantic rainforest: evidence of the importance of protected and forest-covered areas to fish diet. ENVIRONMENTAL BIOLOGY OF FISHES, v. 101, n. 6, p. 933-948, JUN 2018. Citações Web of Science: 0.
GONCALVES, CRISTINA DA SILVA; CESTARI, CESAR. Grazing of the lambari fish Deuterodon iguape is associated with mouth morphology. ZOOLOGISCHER ANZEIGER, v. 274, p. 127-130, MAY 2018. Citações Web of Science: 0.
GONCALVES, CRISTINA DA SILVA; CARVALHO, FERNANDO ROGERIO; PEREZ-MAYORGA, MARIA ANGELICA; DE OLIVEIRA, ISADORA FRANCESCONI. Identification key for fishes from coastal streams of the Atlantic forest of southeastern Brazil. Biota Neotropica, v. 17, n. 4, p. -, 2017. Citações Web of Science: 1.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.