Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito da exclusão de chuva na fenologia e desempenho ecofisiológico de espécies nativas de campos rupestres: uma abordagem isotópica

Processo: 12/21015-3
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 01 de março de 2013
Vigência (Término): 31 de julho de 2013
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Ecologia
Pesquisador responsável:Rafael Silva Oliveira
Beneficiário:Grazielle Sales Teodoro
Supervisor no Exterior: Todd Edwin Dawson
Instituição-sede: Instituto de Biologia (IB). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Local de pesquisa: University of California, Berkeley (UC Berkeley), Estados Unidos  
Vinculado à bolsa:10/50327-8 - Efeitos da exclusao de chuva na fenologia e desempenho ecofisiologico de especies nativas de campos rupestres., BP.DR
Assunto(s):Ecologia vegetal   Diversidade funcional (ecologia)   Celulose   Isótopos estáveis   Troca gasosa   Potencial hídrico

Resumo

Eventos de secas extremas têm ocorrido com frequência nos últimos anos nas regiões tropicais e as regiões montanhosas são apontadas como mais frágeis frente a mudanças no clima, no entanto, pouco se sabe sobre as respostas de comunidades ricas em espécies às mudanças previstas no regime de precipitação. Manipulamos a disponibilidade hídrica em uma área de campo rupestre. Para complementarmos e entendermos de fato as respostas das plantas desse hotspot de biodiversidade a climas mais secos, faz-se necessário o uso de uma metodologia integradora dos processos ecofisiológicos - os isótopos estáveis. A análise da composição isotópica do oxigênio (´18Ocel) e do carbono (´13Ccel) da celulose das folhas propicia o entendimento do funcionamento foliar em longo prazo e integra o balanço de carbono e balanço hídrico apresentado pelas espécies. O objetivo desse projeto é avaliar as respostas funcionais apresentadas pelas espécies de campo rupestre submetidas à seca utilizando uma abordagem isotópica (´18Ocel e ´13Ccel). A coleta de dados foi realizada em fisionomia de Campo Rupestre localizada no Parque Nacional da Serra da Canastra por 22 meses com seis espécies abundantes na área. A exclusão de água da chuva foi feita mediante a instalação de 12 parcelas (4m X 4m), sendo quatro parcelas controle e oito parcelas experimentais. O desempenho ecológico das plantas submetidas a condições climáticas contrastantes será avaliado pela análise da ´18Ocel e ´13Ccel. Esses dados serão fundamentais para entendermos mudanças na capacidade fotossintética e na condutância estomática das espécies crescendo em condições naturais e em condições de exclusão de água, sendo possível inferir os processos causadores de queda nesses atributos e sua relação com a disponibilidade hídrica no ambiente. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
BRUM, MAURO; TEODORO, GRAZIELLE SALES; ABRAHAO, ANNA; OLIVEIRA, RAFAEL SILVA. Coordination of rooting depth and leaf hydraulic traits defines drought-related strategies in the campos rupestres, a tropical montane biodiversity hotspot. PLANT AND SOIL, v. 420, n. 1-2, p. 467-480, . (11/52072-0, 12/21015-3, 10/50327-8)
APARECIDO, LUIZA MARIA T.; TEODORO, GRAZIELLE S.; MOSQUERA, GIOVANNY; BRUM, MAURO; BARROS, FERNANDA DE V.; POMPEU, PATRICIA VIEIRA; RODAS, MELISSA; LAZO, PATRICIO; MUELLER, CAROLINE S.; MULLIGAN, MARK; et al. Ecohydrological drivers of Neotropical vegetation in montane ecosystems. ECOHYDROLOGY, v. 11, n. 3, SI, . (16/13677-7, 12/21015-3, 10/17204-0, 10/50327-8, 11/52072-0)
TEODORO, GRAZIELLE SALES; COSTA, PATRICIA DE BRITTO; BRUM, MAURO; SIGNORI-MUELLER, CAROLINE; ALCANTARA, SUZANA; DAWSON, TODD E.; WEST, ADAM G.; LAMBERS, HANS; OLIVEIRA, RAFAEL S.. Desiccation tolerance implies costs to productivity but allows survival under extreme drought conditions in Velloziaceae species in campos rupestres. ENVIRONMENTAL AND EXPERIMENTAL BOTANY, v. 189, . (12/21015-3, 10/50327-8)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.