Busca avançada
Ano de início
Entree

Determinantes culturais da diarréia em comunidades costeiras no contexto das mudanças ambientais globais

Processo: 12/21879-8
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 01 de março de 2013
Vigência (Término): 30 de junho de 2013
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Sociologia - Outras Sociologias Específicas
Pesquisador responsável:Sonia Regina da Cal Seixas
Beneficiário:Gabriela Farias Asmus
Supervisor no Exterior: Brigt Dale
Instituição-sede: Núcleo de Estudos e Pesquisas Ambientais (NEPAM). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Local de pesquisa: Nordland Research Institute, Noruega  
Vinculado à bolsa:10/09558-6 - Variabilidade climática e doenças diarreicas: padrões, vulnerabilidade e tendências na cidade de Caraguatatuba – SP, BP.DR
Assunto(s):Mudança climática   Mortalidade infantil   Comunidades locais   Diarreia   Epidemiologia

Resumo

Doenças diarreicas são consideradas um sério problema de saúde pública mundial, não apenas por figurarem entre as principais causas de mortalidade infantil, mas também por terem altas taxas de morbidade. São reconhecidamente sensíveis às flutuações climáticas e tradicionalmente associadas a inequidades sociais, que se traduz no acesso diferencial à serviços de saneamento ambiental, saúde, etc. Sabe-se que fatores culturais também são importantes num quadro explicativo da incidência de diarreia em determinada comunidade, entretanto, faltam estudos integrados que tenham agregado fatores sociais, biológicos e culturais numa única análise. Neste estágio, pretende-se adquirir referencial teórico e habilidades em análise de dados culturais com pesquisadores noruegueses que também trabalham questões de saúde e qualidade de vida no contexto das mudanças climáticas. A partir de dados de entrevista previamente coletados no Brasil, pretende-se elaborar um quadro comum explicativo (teórico) da incidência da diarreia em comunidades costeiras do Brasil e da Noruega, discutindo-se os desafios, as limitações e as vantagens deste tipo de abordagem epidemiológica. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)