Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação dos anticorpos dirigidos a peptídeos citrulinados na Síndrome de Sjogren primária: relevância nas diferentes apresentações clínicas e atividade de doença

Processo: 12/12387-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2012
Vigência (Término): 30 de novembro de 2013
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Sandra Gofinet Pasoto
Beneficiário:Tamyris de Sousa Bocate
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Reumatologia   Autoanticorpos

Resumo

Introdução: A Síndrome de Sjögren primária (SSp) é uma patologia autoimune caracterizada pelo envolvimento das glândulas exócrinas, mas múltiplos sistemas orgânicos podem também ser acometidos. O principal acometimento extraglandular é a artrite, caracterizada por poliartrite crônica não erosiva de grandes e pequenas articulações. O principal diagnóstico diferencial é a artrite reumatóide (AR), por vezes difícil na prática clínica, devido às similaridades entre o quadro clínico inicial da AR e a poliartrite da SSp e também pela presença do fator reumatóide em ambas as doenças. O anticorpo dirigido ao peptídeo cíclico citrulinado (anti-CCP), considerado sensível e específico para a AR, foi também detectado em 6,9 - 22,1% dos pacientes com SSp, porém com significado clínico bastante variável. Além disso, o anticorpo anti-mutated citrullinated vimentin (anti-MCV), identificado como um marcador sorológico da forma severa da AR, foi recentemente encontrado em 14% dos pacientes com SSp, mas o seu significado clínico é ainda desconhecido.Objetivos: Avaliar a frequência dos anticorpos dirigidos a peptídeos citrulinados (anti-CCP, anti-MCV, anti-Sa and antifilagrina) e suas possíveis associações com os acometimentos orgânicos, o grau de atividade da doença e ainda com a possível presença de sinovites, tenossinovites, roturas tendíneas e erosões articulares detectadas pela ultrassonografia de alta resolução.Métodos: Serão avaliados 50 pacientes consecutivos com SSp (The American-European Consensus Group Criteria, 2002), de ambos os sexos, com idade de 18 a 69 anos, em seguimento regular no Ambulatório de Síndrome de Sjögren do Serviço de Reumatologia do HC-FMUSP e 50 voluntários saudáveis, pareados para sexo, idade e raça. A avaliação clínica será realizada através de protocolo padronizado. A atividade da doença será mensurada conforme o EULAR Sjögren's Syndrome Disease Activity Index (ESSDAI). Os níveis séricos de anti-CCP, anti-MCV e anti-Sa serão determinados pela técnica de ELISA e o anticorpo antifilagrina será pesquisado por imunofluorescência indireta. Serão ainda avaliados os anticorpos antinucleares (FAN), anti-Ro (SS-A)/ La (SS-B), anti-alfa-fodrina e crioglobulinas. Através da ultrassonografia de alta resolução, será avaliada a possível presença de sinovites, tenossinovites, roturas tendíneas e erosões articulares em mãos e punhos.