Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo da resistividade do concreto para proposta de modelagem de vida útil - Corrosão das armaduras devido à penetração de cloretos

Processo: 12/15454-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de novembro de 2012
Vigência (Término): 31 de agosto de 2014
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Civil - Construção Civil
Pesquisador responsável:Maryangela Geimba de Lima
Beneficiário:Ronaldo Alves de Medeiros Junior
Instituição-sede: Divisão de Engenharia Civil (IEI). Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA). Ministério da Defesa (Brasil). São José dos Campos , SP, Brasil
Assunto(s):Concreto   Vida útil

Resumo

Diferentes estudos abordam a durabilidade das estruturas de concreto fundamentados em modelos que simulam os mecanismos de penetração dos cloretos no concreto. Apesar de grande parte desses modelos serem baseados na determinação de um coeficiente de difusão dos cloretos, a resistividade do concreto também pode ser considerada um fator de grande importância que afeta o mecanismo de corrosão. Diferentemente do coeficiente de difusão, a resistividade do concreto pode ser monitorada com o tempo através de um método de ensaio não destrutivo, por meio de uma técnica de baixo custo e fácil execução. Porém, a utilização da resistividade como parâmetro de modelo de vida útil ainda é um tema muito recente na comunidade científica, com destaque para o modelo de Andrade e D'Andréa (2010). No entanto, o modelo citado apresenta parâmetros que ainda não foram completamente gerados para as características do concreto utilizado no Brasil. Dessa forma, o objetivo do presente estudo é ajustar tal modelo para a realidade de dimensionamento de concreto encontrada no Brasil, determinando as variáveis relativas ao fator de ligação dos cloretos (rCl) e ao fator de idade do concreto (q) para diferentes amostras. Para tal, serão moldados corpos-de-prova de concreto com diferentes dosagens, que posteriormente serão submetidos a ensaios de laboratório. Finalmente, tendo em vista calibrar o modelo com os dados obtidos neste estudo, pretende-se realizar simulações numéricas da vida útil de estruturas de concreto, de acordo com diferentes cenários de agressividade ambiental, de maneira que os resultados deste estudo possam, inclusive, servir de base para o estabelecimento de normas para o dimensionamento do concreto a partir de dados de resistividade.