Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos da Dextrocetamina sobre função renal em modelo de isquemia e reperfusão em ratos

Processo: 12/15704-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2012
Vigência (Término): 30 de novembro de 2013
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Cirurgia
Pesquisador responsável:Norma Sueli Pinheiro Módolo
Beneficiário:Thays Donaire Consolo
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FMB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Anestesiologia   Reperfusão   Lesão renal aguda   Biomarcadores   Lipocalina-2

Resumo

Introdução: É inevitável que um número cada vez maior de pacientes com disfunção renal ou não seja submetido em algum momento da vida a intervenções cirúrgicas. Em 2004 houve uma padronização para alteração aguda da função renal através dos critérios de RIFLE. Os critérios relacionam a taxa de filtração glomerular (creatinina sérica) e o débito urinário com o desfecho clínico, portanto com a gravidade da lesão renal. Entretanto a creatinemia utilizada para o diagnóstico de lesão não é o biomarcador mais fidedigno para a análise durante alterações agudas de função renal. Em busca de biomarcadores mais sensíveis para detecção precoce da disfunção renal aguda, a lipocalina neutrofílica associada à gelatinase (NGAL), tanto no plasma como na urina, surge como preditor independente. A proteína NGAL tem sua expressão induzida pela lesão epitelial e em modelos animais após lesão renal isquêmica ou nefrotóxica foi confirmada sua elevação precoce e marcante 8,9. Através de métodos como o Western-blotting e ELISA (enzima-linked immunosorbent assay) foram marcadas níveis plasmáticos e urinários de NGAL com aumento de dez vezes ou superior no período entre 2-6 horas de pós-operatório de cirurgia cardíaca, em pacientes que posteriormente desenvolveram lesão renal aguda. Objetivos: Avaliar os efeitos protetores da dextrocetamina sobre a função renal, usando um modelo experimental de isquemia e reperfusão em ratos, por meio da dosagem de creatinina, NGAL e interleucinas. Material e Métodos: Após a submissão deste projeto de pesquisa à Comissão de Ética em Experimentação Animal da Faculdade de Medicina de Botucatu, serão incluídos no estudo 40 ratos Wistar, com peso maior que 250g, fornecidos pelo Biotério Central do Campus de Botucatu da UNESP. Serão divididos em 04 grupos experimentais: Grupo S ou Grupo Sham (n=10): Grupo SD ou Grupo Sham com Dextrocetamina (n=10): Grupo C ou Grupo Controle (n=10): Grupo E ou Grupo Estudo (n=10), os quais serão anestesiados com o agente anestésico inalatório isoflurano conforme descrito no tópico "Seqüência Experimental" do projeto e também será realizada laparotomia mediana e nefrectomia direita nos animais dos quatro grupos. Também serão estudados os atributos, PS, PD, PAM, FC, Temperatura retal a partir da cateterização da carótida direita e nos momentos apresentados como destaque na seqüência experimental. A NGAL plasmática, assim como a creatinina e as interleucinas serão estudados nos momentos M1, M2, m3, M4. Os atributos estudados, em cada um dos animais dos quatro grupos de estudo os seguintes atributos: Pressões Sistólica (PS), Diastólica (DS) e média (PAM); Freqüência Cardíaca (FC); Temperatura retal; Dosagem plasmática de NGAL; Dosagem plasmática de interleucinas e dosagem plasmática de creatinina. Para a análise estatística dos dados obtidos será utilizada a análise de perfil. Os resultados histológicos serão analisados pelo teste não-paramétrico de Wilcoxon para amostras pareadas e pelo teste não-paramétrico de Mann-Whitney para duas amostras independentes. Diferenças serão consideradas significativas quando p<0,05. (AU)