Busca avançada
Ano de início
Entree

Geologia e evolução petrogenética do maciço alcalino de Itatiaia, MG-RJ

Processo: 12/19184-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2012
Vigência (Término): 03 de janeiro de 2017
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Geociências - Geologia
Pesquisador responsável:Excelso Ruberti
Beneficiário:Pedro Augusto da Silva Rosa
Instituição-sede: Instituto de Geociências (IGC). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):15/19974-0 - Determinação e interpretação dos parâmetros intensivos do maciço alcalino de Itatiaia, Brasil, BE.EP.DR
Assunto(s):Petrologia   Magmatismo

Resumo

O presente projeto de doutoramento, a ser desenvolvido no Programa de Pós-Graduação em Mineralogia e Petrologia do Instituto de Geociências da USP, tem por objetivo o estudo sistemático do maciço alcalino de Itatiaia, buscando o refinamento de sua geologia, e modelos de evolução petrológica e petrogenética. O maciço apresenta uma grande variedade textural e mineralógica e mostra uma estrutura concêntrica, com uma parte externa, predominante composta por rochas insaturadas, sienitos e nefelina sienitos, e uma parte interna por rochas saturadas até supersaturadas, sienitos com quartzo, quartzo sienitos e um pequeno corpo de granito. Também ocorrem brechas magmáticas, diques, tanto máficos quanto félsicos, e milonitos. Para atingir os objetivos propostos, o projeto prevê a reavaliação da geologia do complexo e mapeamento de detalhe; estudos petrográficos minuciosos; análises químicas das principais fases minerais e, eventualmente, algum mineral raro, com microssonda eletrônica e LA-ICPMS; análises químicas dos principais tipos petrográficos, incluindo os elementos maiores, os menores e os traços; análises isotópicas por Sr, Nd e Pb; e determinações geocronológicas por Ar/Ar em mineral e, se possível, U/Pb em zircão através de SHRIMP. Essas informações examinadas de forma combinada são fundamentais para abordagens sobre a natureza do magma primordial gerado no manto e dos processos ígneos envolvidos durante a evolução dessas rochas. Além disso, permite contribuir com informações sobre a natureza da região mantélica onde esses magmas foram gerados, quanto à assinatura geoquímica, razão de fusão parcial e a idade modelo Sm/Nd (CHUR/DM), e com modelos geodinâmicos do magmatismo da Província do Lineamento Magmático de Cabo Frio.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DA SILVA ROSA, PEDRO AUGUSTO; RUBERT, EXCELSO. Nepheline syenites to syenites and granitic rocks of the Itatiaia Alkaline Massif, Southeastern Brazil: new geological insights into a migratory ring Complex. BRAZILIAN JOURNAL OF GEOLOGY, v. 48, n. 2, p. 347-372, APR-JUN 2018. Citações Web of Science: 2.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
ROSA, Pedro Augusto da Silva. Geologia e evolução petrogenética do Maciço Alcalino de Itatiaia, MG-RJ. 2017. Tese de Doutorado - Universidade de São Paulo (USP). Instituto de Geociências São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.