Busca avançada
Ano de início
Entree

Acidente vascular encefálico isquêmico em pacientes adultos com anemia falciforme

Processo: 12/19346-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2012
Vigência (Término): 30 de novembro de 2013
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Maria Stella Figueiredo
Beneficiário:Aline Cristina Peluccio Martins
Instituição-sede: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Anemia falciforme   Hematologia

Resumo

A anemia falciforme é uma hemoglobinopatia causada por uma mutação no gene beta globina, que se caracteriza por episódios de vasoclusão (crises dolorosas), vasculopatia, síndrome torácica aguda, acidente vascular encefálico (AVE), etc. Os AVEs isquêmicos tem como substrato patológico a lesão macrovascular e o principal evento é a oclusão tromboembólica, apresentando uma incidência de 10 a 25%. Atualmente, para a prevenção de recidiva dos AVEi em pacientes pediátricos usa-se o esquema crônico de transfusão sanguínea. Já em adultos, poucos são os dados sobre a eficiência do esquema transfusional e, embora alguns autores acreditem que a substituição de transfusões por hidroxiuréia (HU) também possa prevenir secundariamente os AVEs, a maioria das publicações não confirma esta hipótese. Diferindo de dados publicados, a experiência clínica do ambulatório de anemias hereditárias da Escola Paulista de Medicina mostrou que a grande maioria dos pacientes adultos que tiveram AVEi e que fazem uso de HU, não apresentaram recidiva, mesmo sem o esquema de transfusões crônicas. Para determinar os fatores responsáveis por essa evolução e a real necessidade do esquema transfusional na prevenção secundária dos AVEi em pacientes adultos iremos avaliar dados retrospectivos de 23 pacientes como idade da ocorrência do AVE, data do início da transfusão, tempo de transfusão crônica, data de suspensão da transfusão, data do início do uso de HU, mediana da dose de HU e tempo de uso de HU. Além disso, será feita uma análise transversal de fatores associados à evolução em questão como Doppler transcraniano e de carótida, alfa-talassemia, haplótipos e polimorfismos dos genes TNF±, ADCY9, TGFBR3 e IL4R.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
ALINE CRISTINA PELUCCIO MARTINS; GISELE SAMPAIO SILVA; SAMUEL ADEMOLA ADEGOKE; DANIELA LARANJA GOMES RODRIGUES; JOSEFINA APARECIDA PELLEGRINI BRAGA; MARIA STELLA FIGUEIREDO. An unexpected full neurological recovery after cardiac arrest in a sickle cell anemia patient with bilateral cervical carotid artery disease. Revista Brasileira de Hematologia e Hemoterapia, v. 37, n. 4, p. 272-274, Ago. 2015.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.