Busca avançada
Ano de início
Entree

Vilém-Flusser-Archiv: pesquisa visando o levantamento de dados para a transferência de um Arquivo-Espelho dos escritos de Vilém Flusser para a Cidade de São Paulo

Processo: 12/21508-0
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Pesquisa
Vigência (Início): 01 de março de 2013
Vigência (Término): 30 de abril de 2013
Área do conhecimento:Ciências Sociais Aplicadas - Comunicação - Teoria da Comunicação
Pesquisador responsável:Norval Baitello Junior
Beneficiário:Norval Baitello Junior
Anfitrião: Siegfried Zielinski
Instituição-sede: Pró-Reitoria de Pós-Graduação (PRPG). Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa: Berlin University of the Arts, Alemanha  
Assunto(s):Meios de comunicação   Arquivos   Digitalização

Resumo

O presente projeto tem como principal objetivo fornecer apoio científico à transferência integral de uma cópia dos documentos existentes no Vilém-Flusser-Archiv - sediado hoje na Universidade das Artes de Berlim -, para a cidade São Paulo. O projeto dará andamento ao acordo firmado com a Universidade das Artes de Berlim, na figura de seu reitor, Prof. Dr. Martin Rennert e com o Prof. Dr Siegfried Zielinski - diretor do Arquivo em Berlim -, concedendo a autorização para a transferência de um Arquivo-Espelho para São Paulo, contendo cópia da totalidade dos documentos existentes no arquivo berlinense (tiposcritos, manuscritos e cópias de artigos publicados). O arquivo em Berlim é aberto a pesquisadores do mundo todo, recebendo uma média de 20 a 30 pesquisadores do Brasil por ano. Isso demonstra que o número de pesquisadores brasileiros que vem se interessando pela obra de Flusser é crescente, visto que seu pensamento é uma importante ferramenta para a compreensão dos novos fenômenos de mídia, possibilitados pela informatização, pelas redes e pela digitalização. Hoje, inúmeros pesquisadores e professores se dedicam ao pensamento de Vilém Flusser, em muitas universidades brasileiras, e o Centro Interdisciplinar de Pesquisas em Semiótica da Cultura e da Mídia (CISC), fundado em 1992, sob a direção científica de Norval Baitello Junior e sob a presidência de Jorge Miklos, que teve papel pioneiro em divulgar Flusser como uma das referências teóricas mais importantes em novas mídias, será o Centro de Pesquisas que abrigará o Arquivo Espelho. No Arquivo constam cerca de 2.500 manuscritos de seus ensaios (com uma extensão que varia de três até cem páginas cada um) e livros, além de suas correspondências, totalizando aproximadamente 30 mil laudas (ainda em papel, portanto não digitalizadas). A maior parte dos textos está em português, depois em alemão e uma menor parte está em inglês. O Arquivo brasileiro oferecerá igualmente acesso livre a todos os documentos de seu acervo. (AU)