Busca avançada
Ano de início
Entree

Isolamento de membranas de linhagem celular para aplicação em modelos de membrana em estudos de nanotoxicidade

Processo: 12/15630-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2013
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2013
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Física - Física da Matéria Condensada
Pesquisador responsável:Juliana Cancino Bernardi
Beneficiário:Paula Maria Pincela Lins
Instituição-sede: Instituto de Física de São Carlos (IFSC). Universidade de São Paulo (USP). São Carlos, SP, Brasil
Assunto(s):Materiais nanoestruturados   Monocamadas de Langmuir

Resumo

Apesar do rápido progresso e da aceitação da nanotecnologia para aplicação em diversas áreas da ciência, há grandes preocupações toxicológicas como a real interação entre os sistemas biológicos e os nanomateriais. Essas informações toxicológicas devem ser consideradas juntamente com os benefícios que essa ciência traz para a sociedade. A fim de promover o desenvolvimento seguro da nanotecnologia, principalmente à aplicada a medicina, é essencial avaliar as consequências adversas dos nanomateriais à saúde, o que requer uma investigação sistemática. Devido à complexidade dos mecanismos envolvidos nas interações entre nanomateriais e sistemas biológicos, aspectos biofísicos são difíceis de serem investigados, principalmente em amostras naturais e em tempo real. A membrana plasmática é de fundamental importância para as células, para sua existência e seu funcionamento. A interação de nanomateriais e membranas biológicas é um processo complexo de difícil entendimento devido à heterogeneidade de detalhes, tanto do nanomaterial como da membrana celular. Esse projeto, juntamente com o projeto de pós-doutoramento vinculado, tem como objetivo avaliar a toxicidade de nanomateriais através de uma metodologia desenvolvida por nosso grupo, utilizando modelos de membranas celulares. As possíveis interações entre membrana celular e nanomateriais serão investigadas através da técnica de Langmuir, utilizando modelos de membranas extraídas de linhagens celulares, sendo uma abordagem inédita na literatura. O maior desafio e principal objetivo desse projeto de iniciação científica será desenvolver um novo protocolo de extração de membrana celular sem modificar significativamente sua estrutura, e sem alterar as propriedades de atividade superficial dos componentes da membrana. Esses estudos poderão ajudar no entendimento sobre a toxicidade de nanomateriais na escala molecular e trazer importantes benefícios ao desenvolvimento da nanomedicina.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.