Busca avançada
Ano de início
Entree

Aplicação da relaxometria de T2 na análise da progressão de dano em pacientes com epilepsia de lobo temporal com ou sem sinais de esclerose hipocampal

Processo: 12/20603-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2012
Vigência (Término): 30 de novembro de 2014
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina
Pesquisador responsável:Fernando Cendes
Beneficiário:Bruno Yukio Kubota
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Médicas (FCM). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Ressonância magnética   Epilepsia do lobo temporal   Neurologia

Resumo

Justificativa: Determinar a ocorrência de possíveis danos neuronais progressivos e sua relação com evolução clínica de diferentes subgrupos de pacientes com epilepsia de lobo temporal (ELT) é fundamental para a melhor compreensão dessas patologias e para a determinação de prognóstico e tratamentos mais adequados. Objetivo: Avaliar a presença e a progressão de alteração de sinal T2 em estruturas temporais de pacientes com ELT com e sem sinais de esclerose hipocampal (EH) através de estudos prospectivos de ressonância magnética. Métodos: Pacientes com diagnóstico clínico e eletroencefalográfico de ELT, em seguimento no Hospital de Clínicas da UNICAMP, serão submetidos a imagens sequenciais de ressonância magnética (RM). Os pacientes serão divididos em:I) ELT com sinais sugestivos de esclerose hipocampal (EH); II) ELT sem sinais sugestivos de EH. As imagens de RM de cada indivíduo serão repetidas em intervalos mínimos de 1 ano e serão avaliadas através da técnica de relaxometria, a fim de determinar alterações de sinal T2 nos dois grupos. Um grupo controle, de indivíduos sadios, será utilizado para determinação da variabilidade normal. (AU)