Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento e caracterização de locos microssatélites de guarantã (Esenbeckia leiocarpa Engl.) visando estudos genéticos e ecológicos

Processo: 12/20790-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2013
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2013
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Vegetal
Pesquisador responsável:Paulo Yoshio Kageyama
Beneficiário:Giullia Forti
Instituição-sede: Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Assunto(s):Genética populacional   Conservação genética   Esenbeckia leiocarpa   Marcador molecular   Genética ecológica   Diversidade genética

Resumo

Estudos da diversidade e estrutura genética, sistema de reprodução, estrutura genética espacial e dispersão de pólen e sementes são fundamentais para compreender a dinâmica evolutiva de populações naturais de espécies arbóreas, e assim adotar estratégias adequadas para a sua conservação genética, melhoramento e manejo florestal. Tais estudos podem ser eficientemente realizados utilizando-se marcadores moleculares microssatélites. Dentro deste contexto, os objetivos deste projeto são desenvolver e caracterizar locos microssatélites para a espécie arbórea polinizada por insetos Esenbeckia leiocarpa Engl. (Guarantã), a partir de uma biblioteca construída para a espécie. Dessa forma, o estudo da diversidade e estrutura genética, sistema de reprodução e dispersão de pólen e sementes poderá ser realizado em trabalhos futuros. Pretende-se desenvolver de 10 a 15 locos microssatélites para a espécie. A coleta do material vegetal será realizada estabelecendo-se uma parcela quadrada na Floresta Estadual de Ibicatu-SP, que contenha 150 indivíduos adultos. Todos os indivíduos dentro da parcela serão amostrados. Isso permitirá o estudo robusto da estrutura genética espacial intrapopulacional. Como as árvores da espécie nesta área ocorrem geralmente agrupadas e a espécie dispersa suas sementes por autocoria, acredita-se que exista forte estrutura genética espacial na população. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
FORTI, G.; TAMBARUSSI, E. V.; KAGEYAMA, P. Y.; MORENO, M. A.; FERRAZ, E. M.; IBANES, B.; MORI, G. M.; VENCOVSKY, R.; SEBBENN, A. M. Low genetic diversity and intrapopulation spatial genetic structure of the Atlantic Forest tree, Esenbeckia leiocarpa Engl. (Rutaceae). ANNALS OF FOREST RESEARCH, v. 57, n. 2, p. 165-174, 2014. Citações Web of Science: 7.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.