Busca avançada
Ano de início
Entree

Radiação estelar e sua influência sobre a biosfera de corpos planetários

Processo: 12/20106-5
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de abril de 2013
Vigência (Término): 31 de julho de 2014
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Astronomia
Pesquisador responsável:Jorge Ernesto Horvath
Beneficiário:Ximena Celeste Abrevaya
Instituição Sede: Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas (IAG). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Estrelas   Exobiologia   Habitabilidade   Sistema solar   Exoplanetas
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:astrobiologia | Estrelas | Exoplanetas | Habitabilidade | Sistema Solar | Sol jovem | Astrobiologia

Resumo

O principal objetivo deste plano é modelar ambientes extraterrestres, levando em conta fatores como radiação influenciam a origem, a evolução eo desenvolvimento da vida dentro ou fora do Sistema Solar. Este plano envolve tanto o trabalho teórico e experimental. A primeira parte envolve a modelagem teórica dos potenciais efeitos da radiação sobre a biosfera terrestre de ambientes (Terra primitiva, Marte, Europa) ou extraterrestre (planetas extra-solares) submetido à radiação de diferentes objetos estelares (o Sol jovem e solares análogos estelares e F, K e estrelas M, respectivamente).A segunda parte envolve trabalho experimental para testar as previsões feitas pelos modelos.Estas experiências de laboratório serão realizados utilizando diferentes microorganismos radiotolerant ou radiorresistente de diferentes domínios da vida, como archaea halofílicas, as cianobactérias e as Deinococcus radiodurans radioresistentes bactéria. As experiências de irradiação será realizada usando diferentes fontes de UV e radiação de raios-X. Os resultados da seção experimental irá proporcionar mais conhecimento sobre a capacidade de vida para sobreviver em ambientes simulados. Além disso, eles irão fornecer algumas pistas importantes sobre a origem da vida na Terra e em outros corpos planetários do nosso Sistema Solar. Por outro lado, eles podem ser usados como entrada para ajustar os modelos, reforçando assim a sua precisão.Este trabalho irá fornecer novas informações relacionadas com a origem e evolução da vida na Terra ea possibilidade de existência de vida em outros corpos planetários, que é de importância vital para a comunidade astrobiológicos.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
ABREVAYA, XIMENA C.; GALANTE, DOUGLAS; TRIBELLI, PAULA M.; OPPEZZO, OSCAR J.; NOBREGA, FELIPE; ARAUJO, GABRIEL G.; RODRIGUES, FABIO; ODERT, PETRA; LEITZINGER, MARTIN; RICARDI, MARTINIANO M.; et al. Protective Effects of Halite to Vacuum and Vacuum-Ultraviolet Radiation: A Potential Scenario During a Young Sun Superflare. ASTROBIOLOGY, v. 23, n. 3, p. 24-pg., . (12/20106-5)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas utilizando este formulário.