Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação das propriedades estruturais, mecânicas e funcionais em artérias de resistência de ratos espontaneamente hipertensos antes e após o desenvolvimento da hipertensão arterial.

Processo: 12/11376-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2012
Vigência (Término): 31 de março de 2014
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia de Órgãos e Sistemas
Pesquisador responsável:Luciana Venturini Rossoni
Beneficiário:Rafael Magalhães Jeuken
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Estresse oxidativo   Ratos endogâmicos SHR   Remodelação vascular   Hipertensão   Reatividade cardiovascular

Resumo

A hipertensão arterial (HA) é uma patologia caracterizada pela elevação crônica da pressão arterial. Esta é uma doença de origem multifatorial, capaz de acarretar inúmeras alterações em órgãos vitais do organismo como o encéfalo, os rins, o coração e os vasos sanguíneos. Nestes últimos, as alterações associadas à HA têm sido amplamente investigadas e tem-se buscado cada vez mais a elucidação de mecanismos que contribuam para a gênese e/ou manutenção dessa enfermidade. Porém, ainda não estão completamente elucidados os mecanismos envolvidos no estabelecimento da HA, sendo a compreensão desses mecanismos de fundamental importância, em especial por essa doença possuir maior prevalência entre as enfermidades cardiovasculares e por se tratar de uma doença ainda considerada sem cura, contando apenas com estratégias terapêuticas que visam o seu controle. Sabe-se que a HA é uma enfermidade caracterizada por um aumento da resistência vascular periférica, na qual as artérias de resistência desempenham importante papel. Já foi descrito que as artérias de resistência tanto de ratos espontaneamente hipertensos (SHR) como de pacientes com HA essencial apresentam: 1. Estruturalmente e mecanicamente, remodelamento eutrófico, com aumento da espessura da túnica média, mas área de secção transversa preservada, acompanhados de diminuição do lúmen e consequente aumento da razão parede/luz e um aumento da rigidez; 2. Funcionalmente, disfunção endotelial e aumento da resposta contrátil. Contudo, os mecanismos através dos quais essas características se estabelecem ainda não são totalmente esclarecidos. Poucos estudos têm como foco comparar artérias de resistência antes e após o estabelecimento da HA, e os que já o fizeram foram direcionados para avaliar as diferenças estruturais e/ou morfométricas isoladamente, mas não as características mecânicas. Além do que não se abordam as inter-relações entre estrutura, função e mecânica desses vasos como possíveis determinantes para o desenvolvimento do processo de gênese da HA. Assim, o presente estudo buscará avaliar as características estruturais, mecânicas e funcionais de artérias de resistência (do leito mesentérico) em SHR, comparando indivíduos jovens, antes do estabelecimento da HA, e adultos, com a HA estabelecida, com os seus respectivos controles normotensos (WKY). Os resultados obtidos no presente projeto poderão indicar a relação entre os ajustes estruturais e funcionais no desenvolvimento da elevação da pressão arterial em SHR's, bem como possíveis relações de causa e consequência que contribuem para a gênese da HA.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)