Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização das propriedades celulares e funcionais da proteína gigante de Leishmania

Processo: 12/22443-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2012
Vigência (Término): 30 de junho de 2013
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Parasitologia - Protozoologia de Parasitos
Pesquisador responsável:Munira Muhammad Abdel Baqui
Beneficiário:Vanessa Bonatti
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:10/19547-1 - Caracterização funcional das proteínas gigantes de tripanossomatídeos, AP.R
Assunto(s):Citoesqueleto   Microtúbulos   Leishmania

Resumo

Nestas últimas décadas, os tripanossomatídeos vêm sendo utilizados como modelos experimentais para estudos celulares, bioquímicos e moleculares. Especialmente, estes organismos representam um modelo magnífico apropriado para análises de questões básicas sobre o citoesqueleto permitindo obter um melhor conhecimento sobre a evolução dos componentes do citoesqueleto de eucariotos superiores (revisões: Gull, 1999, 2003). Na família Trypanosomatidae, demonstramos a existência de uma nova classe de fosfoproteínas de alta massa molecular (1000 a 4000 kDa) que além de terem um papel estrutural devam estar implicadas na regulação e organização do citoesqueleto (Baqui e cols, 1996, 2000a, 2000b). Além disso, essas proteínas estão parcialmente localizadas no bolso flagelar, na região de adesão flagelar, sugerindo envolvimento em processos celulares importantes como: adesão flagelar, endocitose e exocitose, capeamento de microtúbulos, citocinese entre outros. Entretanto, os elementos que interagem com estas proteínas no citoesqueleto e no hospedeiro ainda continuam desconhecidos e pouco se sabe sobre as proteínas gigantes de tripanossomatídeos patogênicos e suas funções. Este presente projeto visa investigar as propriedades bioquímicas, moleculares e funcionais das proteínas gigantes de patógenos relevantes no nosso meio como Leishmania, Trypanosoma cruzi e T. brucei.