Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise das vias de sinalização induzidas por peptídeos NH2-terminal da POMC (N-POMC) em culturas primárias de suprarrenal de rato

Processo: 12/19512-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2012
Vigência (Término): 31 de julho de 2013
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia de Órgãos e Sistemas
Pesquisador responsável:Claudimara Ferini Pacicco Lotfi
Beneficiário:Talita Aparecida de Moraes Vrechi
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Endocrinologia   Hormônio adrenocorticotrópico   Proteínas quinases   Morte celular   Cultura primária de células   Transdução de sinais   Immunoblotting   Modelos biológicos

Resumo

Um dos principais fatores que regulam o córtex adrenal é o hormônio adrenocorticotrópico (ACTH), no entanto existem evidências que outros fatores peptídicos como os peptídeos N-terminais da pró-opiomelanocortina (N-POMC) podem estar envolvidos. As vias de sinalização das proteínas quinases ativadas por mitógenos (MAPKs), ERK, JNK e p38, integram sinais de uma grande variedade de estímulos juntamente com outras vias de sinalização como PKA, PKC e PI3K/Akt, e promovem respostas como proliferação, diferenciação, sobrevivência e morte celular. Embora haja grandes avanços sobre a ação dos peptídeos considerados mitogênicos em linhagens de células adrenais tumorais, essa ação ainda é pouco conhecida em células adrenocorticais normais, principalmente em relação à ação dos peptídeos N-POMC. Temos como objetivo nesse trabalho analisarmos as vias de sinalização induzidas por diferentes tipos de peptídeos sintéticos N-POMC de 28 aminoácidos, como: peptídeos N-POMC1-28 com pontes dissulfeto entre os aminoácidos cisteina (N-POMCCys), peptídeos N-POMC1-28 com a cisteínas substituídas por metioninas (N-POMCMe), e peptídeos N-POMC com as cisteínas substituídas por serinas (N-POMCSer) utilizando um modelo biológico bem caracterizado de culturas primárias de células Glomerulosas (G) e Fasciculadas/Reticuladas (F/R) do córtex adrenal de ratos. As vias de sinalização serão analisadas através da detecção da fosforilação/ativação das proteínas ERK1/2, JNK, p38 e PI3K/Akt por "immunoblotting". Esperamos ao final do projeto desvendar as vias de sinalização no efeito proliferativo promovido pelo peptídeo N-POMC e sua importância, juntamente com o ACTH, na manutenção e renovação do córtex da suprarrenal.(AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)