Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo do marcador de proliferação celular (Ki-67) e inflamação (COX-2) no útero de cadelas com hiperplasia endometrial cística-piometra

Processo: 12/20949-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2013
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2013
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Reprodução Animal
Pesquisador responsável:Camila Infantosi Vannucchi
Beneficiário:Ricardo Henrique Miziara
Instituição-sede: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Piometra   Hiperplasia endometrial   Proliferação celular   Cadelas

Resumo

O complexo Hiperplasia Endometrial Cística-Piometra (HEC) está entre as enfermidades reprodutivas mais frequentes em pequenos animais, caracterizado por alterações nos tecidos uterinos em diferentes proporções e de forma progressiva, as quais estão diretamente relacionadas com a severidade da doença. A grande prevalência e importância da HEC-Piometra em cadelas torna fundamental a compreensão de sua fisiopatogenia. Todavia, os mecanismos fisiopatológicos ainda representam um desafio às pesquisas relacionadas às afecções reprodutivas em cães, uma vez que não estão totalmente elucidados. Desta forma, este trabalho tem por objetivo caracterizar a atividade proliferativa no endométrio e determinar o grau de inflamação dos tecidos uterinos em cadelas com HEC-Piometra através do marcador Ki-67 e COX 2, respectivamente. As amostras de tecido uterino serão coletadas de cadelas alocadas em 2 grupos, sendo eles: Grupo HEC-mucometra - cadelas com hiperplasia endometrial cística-mucometra (n=10) e Grupo Piometra - cadelas com piometra (n=10). Espera-se que os resultados gerados neste trabalho possam avançar os conhecimentos acerca desta afecção uterina, a fim de garantir melhor desempenho reprodutivo das cadelas e contribuir para abordagem terapêutica mais adequada na prática clínica.