Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudos estruturais na proteína P21 de Trypanosoma cruzi como estratégia para o tratamento da Doença de Chagas

Processo: 12/21153-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado Direto
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2013
Situação:Interrompido
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Biofísica - Biofísica Molecular
Pesquisador responsável:Claudia Elisabeth Munte
Beneficiário:Francesco Brugnera Teixeira
Instituição-sede: Instituto de Física de São Carlos (IFSC). Universidade de São Paulo (USP). São Carlos , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):14/02192-7 - Determinação da estrutura da proteína P21 de Trypanosoma cruzi por RMN, BE.EP.DD
Assunto(s):Doença de Chagas   Trypanosoma cruzi

Resumo

A invasão celular pelas diferentes formas evolutivas do agente causador da Doença de Chagas, o parasita Trypanosoma cruzi, envolve vários mecanismos que culminam com sua entrada nas células do hospedeiro. Inúmeros estudos têm sido realizados, buscando identificar proteínas de superfície implicadas nessa invasão celular, envolvendo, porém, em sua grande maioria as formas tripomastigotas metacíclicos e de cultura de tecido. Uma menor atenção tem sido dada à forma amastigota extracelular, também capaz de invadir células, de forma que as moléculas envolvidas nesse processo são, ainda, pouco conhecidas ou estudadas. Essas moléculas abrem a possibilidade de um subciclo alternativo de vida do T. cruzi, importante para sua sobrevivência em condições de alta citotoxicidade propiciadas pelas células hospedeiras. A proteína P21, recentemente identificada, se encontra nesse contexto. Seu mecanismo de atuação no sistema de invasão a nível molecular ainda não pôde ser explicado, porém, experimentos sugerem que a P21 interage com o receptor de quimiocinas CXCR4, ativando a fagocitose em macrófagos e promovendo a polimerização de actina nessas células de mamíferos. Tal fato, associado com o conhecimento de que a ativação do CXCR4 é dependente de seu peptídeo N-terminal de 38 resíduos (NterCXCR4), abre espaço a uma nova terapia, baseada em peptídeos, que poderá mudar o cenário atual sobre o tratamento da Doença de Chagas no mundo. O presente projeto apresenta dois objetivos: (I) determinar a estrutura tridimensional da proteína P21 de T. cruzi por técnicas de Ressonância Magnética Nuclear de alta resolução, visando auxiliar no entendimento de como a proteína se encaixa no complexo processo de invasão alternativa; (II) analisar sua interação com peptídeos inibitórios construídos a partir do peptídeo NterCXCR4, visando desestruturar sua interação com o CXCR4, como estratégia para o tratamento da Doença de Chagas nas fases aguda e crônica da infecção. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DOS SANTOS, MARLUS ALVES; TEIXEIRA, FRANCESCO BRUGNERA; TEIXEIRA MOREIRA, HELINE HELLEN; RODRIGUES, ADELE AUD; MACHADO, FABRICIO CASTRO; CLEMENTE, TATIANA MORDENTE; BRIGIDO, PAULA CRISTINA; SILVA, REBECCA TAVARES E.; PURCINO, CECILIO; BARBOSA GOMES, RAFAEL GONCALVES; BAHIA, DIANA; MORTARA, RENATO ARRUDA; MUNTE, CLAUDIA ELISABETH; HORJALES, EDUARDO; DA SILVA, CLAUDIO VIEIRA. A successful strategy for the recovering of active P21, an insoluble recombinant protein of Trypanosoma cruzi. SCIENTIFIC REPORTS, v. 4, MAR 4 2014. Citações Web of Science: 4.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
TEIXEIRA, Francesco Brugnera. Estudos biofísicos da proteína P21 de Trypanosoma cruzi. 2019. Tese de Doutorado - Universidade de São Paulo (USP). Instituto de Física de São Carlos São Carlos.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.