Busca avançada
Ano de início
Entree

Aplicação de informações científicas na gestão de unidades de conservação no Brasil

Processo: 12/20962-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2012
Vigência (Término): 30 de novembro de 2013
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Ecologia
Pesquisador responsável:Eduardo Luís Hettwer Giehl
Beneficiário:Marcela Moretti
Instituição-sede: Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Tomada de decisão   Gestão ambiental   Áreas de conservação   Biodiversidade

Resumo

Unidades de conservação são fundamentais para a preservação da biodiversidade e necessitam de uma gestão eficiente, combinando os recursos disponíveis com ações de manejo e conservação efetivas. A efetividade dessa gestão depende da aplicação de conhecimento, que pode ser baseado em publicações e na experiência do gestor. No entanto, os trabalhos realizados até o momento relatam que o conhecimento científico publicado em periódicos é raramente utilizado na tomada de decisões e que as informações adquiridas com base em experiências pessoais são empregadas na maior parte do tempo. Apesar de as evidências científicas serem consideradas importantes pelos gestores, existem deficiências no acesso e emprego dessas informações. Por isso, pretendemos listar procedimentos dos gestores no momento de decisão, avaliando pontos que possam dificultar ou impedir o uso de informações científicas na gestão das unidades. Para tanto, encaminharemos um questionário aos gestores de diversas unidades de conservação do Brasil, abordando questões sobre a tomada de decisões. Inicialmente, pretendemos avaliar se as ações dos gestores são baseadas em informações científicas ou em experiência adquirida ao longo do tempo. Com esses resultados, quantificaremos diferenças nas proporções de respondentes que utilizam diferentes tipos de informação para embasar suas ações. Depois, avaliaremos também se existem diferenças nas tendências para diferentes tipos de unidades e para unidades com diferentes tamanhos. Finalmente, questionaremos se existem e como são implementadas ações de manejo direcionados para espécies ameaçadas e invasoras, permitindo assim avaliar de forma mais concreta a efetividade da gestão dentro das unidades de conservação. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
GIEHL, EDUARDO L. H.; MORETTI, MARCELA; WALSH, JESSICA C.; BATALHA, MARCO A.; COOK, CARLY N. Scientific Evidence and Potential Barriers in the Management of Brazilian Protected Areas. PLoS One, v. 12, n. 1 JAN 9 2017. Citações Web of Science: 4.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.