Busca avançada
Ano de início
Entree

A eficácia do treinamento auditivo acusticamente controlado em idosos com transtorno do processamento auditivo.

Processo: 12/04561-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2013
Vigência (Término): 30 de abril de 2014
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fonoaudiologia
Pesquisador responsável:Eliane Schochat
Beneficiário:Aline Albuquerque Morais
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Audiologia   Estimulação acústica   Plasticidade neuronal   Doenças auditivas centrais

Resumo

Introdução: O Treinamento Auditivo Formal (TAF) tem se mostrado uma estratégia de reabilitação eficiente para adequar as habilidades auditivas do Processamento Auditivo (PA). O uso de testes comportamentais para verificar o efeito do TAF já foi descrito anteriormente, contudo no Brasil poucos estudos investigaram a plasticidade do sistema nervoso auditivo central em idosos utilizando testes eletrofisiológicos. Além disso, o uso do estímulo de fala para evocação dos potenciais corticais também foi pouco explorado nesta população. A utilização de um questionário de autoavaliação é importante, pois fornece informações do impacto da intervenção em situações cotidianas do individuo. Objetivo: Verificar a eficácia do TAF em idosos por meio de avaliações comportamentais, neurofisiológicas e da autoavaliação. Método: Participarão idosos com idades entre 60 e 80 anos de ambos os sexos, com TPA e sem compremetimento cognitivo, atendidos no setor de audiologia do Hospital Universitário da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo. Todos os indivíduos realizarão uma avaliação do PA e posteriormente serão divididos em dois grupos, um grupo será submetido ao TAF (GTAF1) e outro será submetido a um Treinamento Placebo (GTP). Após um mês do término da intervenção, todos os indivíduos serão reavaliados e o grupo que recebeu o treinamento placebo irá iniciar o TAF. A eficácia do TAF será verificada por meio de avaliação comportamental do PA, avaliação eletrofisiológica (P300, com estímulo tone burst e de fala) utilizando Neuroscan electroencephalographic system® modelo STIM2 versão 4.0, e questionário de quieixas de PA. Resultados: a análise estatística será realizada por meio da comparação do desempenho intra e inter-grupo pré e pós-intervenção.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
MORAIS, Aline Albuquerque. A eficácia do treinamento auditivo acusticamente controlado em idosos com transtorno do processamento auditivo. 2015. Dissertação de Mestrado - Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Medicina São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.