Busca avançada
Ano de início
Entree

Analise do efeito do laser de baixa intensidade em cervicalgia de adolescentes

Processo: 12/08170-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2012
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2014
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fisioterapia e Terapia Ocupacional
Pesquisador responsável:Regiane Albertini de Carvalho
Beneficiário:Deise Sales de Araujo
Instituição-sede: Universidade Nove de Julho (UNINOVE). Campus Vergueiro. São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Eletromiografia   Laser de baixa intensidade   Cervicalgia   Terapia a laser de baixa intensidade   Terapia a laser

Resumo

A cervicalgia (CV) ou dor inespecífica no pescoço é um termo genérico que representa sinais e sintomas dolorosos envolvendo a região do pescoço. A relação entre CV e o período da adolescência, está associada aos fatores que interferem diretamente na atividade muscular do pescoço, tal como posturas inadequadas, à prática excessiva de atividades físicas e à forma como lidam com o estresse; os padrões posturais idiopáticos geram alterações das curvaturas fisiológicas que podem reduzir a capacidade respiratória e desencadear distúrbios sistêmicos que levam à fadiga muscular precoce. Tais indivíduos também são influenciados pelas variações hormonais fisiológicas e por fatores comportamentais que mantêm uma relação direta na forma como ele lida com o estresse. Este estudo tem por objetivo verificar os efeitos da terapia com laser de baixa potência nos músculos trapézio e esternocleidomastóideo em adolescentes com CV, por meio de avaliação: eletromiográfica, da amplitude de movimento cervical, e dos padrões posturais; a fadiga muscular será avaliada pelo teste de resistência da musculatura extensora do pescoço; o estresse será determinado pelos níveis de cortisol salivar; a dor será mensurada por um algomêtro de pressão e; a CV será determinada pelo Indice de Incapacidade Cervical (NDI). Trata-se de um estudo clínico aleatório e controlado, em portadores de cervicalgia distribuídos cegamente entre os grupos. Os dados serão analisados estatisticamente. O estudo seguirá as normas regulamentadoras de pesquisa em seres humanos com submissão ao Comitê de Ética em Pesquisa da Universidade Nove de Julho. Serão avaliados estudantes, sem distinção de raças, entre 14 e 20 anos, que apresentarem quadro de CV aguda ou crônica. Os sujeitos selecionados serão divididos em três grupos: controle, placebo e intervenção com laser. O grupo placebo e intervenção receberão duas sessões com laser de baixa potência por semana totalizando 14. O grupo placebo receberá mais 14 sessões com laser após a avaliação final das sessões-placebo. Todos os grupos serão reavaliados imediatamente após o término da terapia bem como 30 e 90 dias follow-up.