Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito da incorporação de extrato rico em proantocianidina em um sistema adesivo com condicionamento ácido prévio na longevidade de restaurações adesivas

Processo: 12/18744-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2013
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2015
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Clínica Odontológica
Pesquisador responsável:Flávio Henrique Baggio Aguiar
Beneficiário:Anderson Catelan
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia de Piracicaba (FOP). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Piracicaba , SP, Brasil
Assunto(s):Resinas compostas   Degradação   Resistência de união (odontologia)   Adesivos dentinários   Técnicas de fotoativação   Dentística

Resumo

O pré-tratamento da dentina com agentes de ligações cruzadas tem propiciado melhor estabilização do colágeno e melhorado a durabilidade da interface de união dente-restauração, que é a área mais susceptível à degradação no meio bucal; assim, a incorporação desses agentes no sistema adesivo poderia contribuir para maior longevidade clínica de restaurações adesivas. O objetivo deste estudo será avaliar o efeito da proantocianidina (PA) incorporada em um sistema adesivo no grau de conversão (GC), na nanodureza (ND), no módulo de elasticidade reduzido (Er), na resistência de união (RU), no colágeno exposto (CE) e na atividade gelatinolítica (AC). A superfície oclusal de molares humanos será planificada e o sistema adesivo de 3 passos com condicionamento ácido prévio (Adper Scotchbond Multiuso, 3M ESPE) será aplicado de acordo com a recomendação do fabricante, com o primer do sistema contendo as concentrações de 0, 1 ou 2 % de PA. Em seguida, um bloco de resina composta (Filtek Z250, 3M ESPE) será confeccionado. Palitos e fatias serão obtidos dos espécimes. O GC (n = 5) da camada híbrida e do adesivo será obtido por meio da espectroscopia micro-Raman in situ. Os testes de ND e Er (n = 5) da dentina, camada híbrida e adesivo serão realizados em um nanoindentador. A RU (n = 7) será obtida pelo teste de microtração. O CE (n = 5) será observado pela coloração com Tricrômico de Goldner para detecção das fibrilas colágenas expostas. A AC (n = 5) da dentina será avaliada por meio da zimografia in situ com um microscópio confocal de fluorescência por varredura a laser. Os testes serão realizados após 24 h e 12 meses de armazenamento. Os dados obtidos serão anotados, tabulados e submetidos à análise estatística por um consultor estatístico.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)