Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo da poluição atmosférica no mundo a partir da relação entre concentração global de material particulado, produto interno bruto per capita, produção científica sobre poluição atmosférica e divulgação do conhecimento científico sobre poluição atmosférica

Processo: 12/19266-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2012
Vigência (Término): 30 de novembro de 2013
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Saúde Coletiva - Saúde Pública
Pesquisador responsável:Paulo Hilário Nascimento Saldiva
Beneficiário:Lais Fajersztajn
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Poluição do ar   Saúde ambiental

Resumo

Há fortes evidências relacionando poluição do ar e efeitos adversos para a saúde.1-8 Entretanto, as políticas de controle tem mostrado efeito restrito na qualidade do ar, visto que apenas 2% da população mundial vive em áreas com ar dentro dos parâmetros de qualidade da Organização Mundial da Saúde (OMS)9. Em projeções para 2050, a poluição do ar desponta como a principal causa de morte prematura por fatores ambientais, ultrapassando malária, saneamento e qualidade da água, especialmente nos países de baixa e média renda. Numa análise global preliminar das publicações sobre poluição atmosférica, encontramos uma acentuada desigualdade na distribuição geográfica dos trabalhos sobre este tópico. A distribuição global da poluição do ar também é desigual. Nossa hipótese é que falta ciência para fortalecer as políticas de controle de qualidade do ar onde o ar apresenta qualidade inadequada. O objetivo deste trabalho é estudar como a ciência influencia a qualidade do ar nos diversos países do mundo a partir da relação entre indicadores de exposição (concentração de material particulado) e a produção científica mundial sobre o tópico. A produção científica será avaliada a partir da plataforma de busca Web of Science. Os países que foram estudados e os países que contribuíram com a autoria desses estudos serão identificados, assim como eventuais parcerias internacionais. Para tentar definir os fatores mais consistentemente associados com alta e baixa produtividade na área de poluição do ar, usaremos estatística descritiva, técnicas de análise de agrupamento (clustter) e análise de componentes principais. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Menos ciência, mais poluição 

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
FAJERSZTAJN, LAIS; VERAS, MARIANA; BARROZO, LIGIA VIZEU; SALDIVA, PAULO. Air pollution: a potentially modifiable risk factor for lung cancer. NATURE REVIEWS CANCER, v. 13, n. 9, p. 674-678, SEP 2013. Citações Web of Science: 89.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.