Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação in vivo e in vitro de diferentes protocolos no tratamento da hipersensibilidade cervical dentinária

Processo: 12/20423-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2013
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2016
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Clínica Odontológica
Pesquisador responsável:Ana Cecília Corrêa Aranha
Beneficiário:Anely Oliveira Lopes
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia (FO). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Laser   Sensibilidade da dentina

Resumo

Diante das mudanças no estilo de vida no mundo moderno e do envelhecimento da população mundial, um aumento na ocorrência de lesões cervicais não-cariosas vem ocorrendo. Como consequência, destaca-se a hipersensibilidade dentinária cervical, queixa comum entre os adultos e que representa um dos problemas mais críticos e persistentes em Odontologia. Este estudo possui duas partes distintas, sendo a primeira parte, clínico randomizado, longitudinal e in vivo tem como objetivo avaliar diferentes protocolos de tratamento para hipersensibilidade dentinária com laser de baixa potência (com diferentes dosagens), laser de alta potência, agente dessensibilizante e associações, por um período de 18 meses. As lesões foram divididas em nove grupos (n=10): G1: Gluma Desensitizer (Heraeus Kulzer), G2: Laser de baixa potência com baixa dosagem (Photon Lase, DMC, três pontos de irradiação vestibulares e um ponto apical: 30 mW, 10 J/cm2, 9 segundos por ponto com o comprimento de onda de 810nm. Foram realizadas três sessões com um intervalo de 72 horas), G3: Laser de baixa potência com alta dosagem (aplicação em um ponto cervical e um ponto apical: 100 mW, 90 J/cm2, 11 segundos por ponto com o comprimento de onda de 810nm. Foram realizadas três sessões com um intervalo de 72 horas entre as irradiações), G4: Laser de baixa potência com baixa dosagem + Gluma Desensitizer, G5: Laser de baixa potência com alta dosagem + Gluma Desensitizer, G6: Laser de Nd:YAG (Power LaserTM ST6, Lares Research®, em contato com a superfície dental: 1,0W, 10 Hz e 100 mJ, H 85 J/cm2, com o comprimento de onda de 1064nm. Foram realizadas quatro irradiações de 15 segundos cada nos sentidos mesio - distal e ocluso - apical, totalizando uma irradiação de 60 segundos com intervalos de 10 segundos entre as irradiações), G7: Laser de Nd:YAG + Gluma Desensitizer, G8: Laser de Nd:YAG + Laser de baixa potência com baixa dosagem, G9: Laser de Nd:YAG + Laser de baixa potência com alta dosagem. O nível de sensibilidade de cada voluntário será avaliado através da escala visual analógica de dor (VAS) com auxílio do ar da seringa tríplice e exploração com sonda após 12 e 18 meses do tratamento. Os dados serão coletados e submetidos à análise estatística. Após a execução do trabalho clinico, a parte in vitro será realizada em terceiros molares humanos não irrompidos e recém-extraídos, os quais receberão os três diferentes tratamentos realizados na parte clínica: Laser de Nd:YAG, Dessensibilizante Gluma Desensitizer e suas associações. Após o preparo das amostras, estas sofrerão diferentes ciclos de escovação e serão analisadas em Microscopia Eletronica de Varredura e perfilometria. Assim será possível realizar análises quantitativas e qualitativas das amostras.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
LOPES, ANELY OLIVEIRA; EDUARDO, CARLOS DE PAULA; CORREA ARANHA, ANA CECILIA. Evaluation of different treatment protocols for dentin hypersensitivity: an 18-month randomized clinical trial. Lasers in Medical Science, v. 32, n. 5, p. 1023-1030, . (12/20423-0)
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
LOPES, Anely Oliveira. Avaliação in vivo e in vitro de diferentes protocolos no tratamento da hipersensibilidade dentinária cervical. 2016. Tese de Doutorado - Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Odontologia (FO/SDO) São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.