Busca avançada
Ano de início
Entree

Telessaúde e audiologia: teleconsulta para o preceptorado clínico na verificação dos aparelhos de amplificação sonora individuais

Processo: 12/21665-8
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2013
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2015
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fonoaudiologia
Pesquisador responsável:Deborah Viviane Ferrari
Beneficiário:Paula Maria Pereira Paiva
Instituição Sede: Faculdade de Odontologia de Bauru (FOB). Universidade de São Paulo (USP). Bauru , SP, Brasil
Assunto(s):Audiologia   Auxiliares de audição   Perda auditiva   Telemedicina
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:audiologia | Auxiliares de Audição | perda auditiva | teleconsulta | Telessaúde | Audiologia

Resumo

Introdução: As medidas com microfone sonda constituem o método preferencial para a verificação do Aparelho de Amplificação Sonora Individual in situ. No Brasil apenas uma pequena parcela dos fonoaudiólogos que atuam em serviços públicos realiza esse procedimento devido, principalmente, à fragilidade de treinamento profissional. O treinamento profissional continuado, aliado a um processo de preceptorado, tem potencial para modificar esta realidade. O uso da teleconsulta como forma de preceptorado clínico vem sendo sugerido na literatura e pode representar uma oportunidade importante de integração entre ensino e serviço.Objetivo: Avaliar a eficácia da teleconsulta para o preceptorado clínico na realização de procedimentos de verificação do aparelho de amplificação sonora individual. Metodologia: 50 fonoaudiólogos que atuem no processo de seleção e verificação do AASI nos serviços públicos de Reabilitação Auditiva serão divididos de maneira aleatória em grupos controle (n=25) e experimental (n=25). Todos os participantes terão acesso a um material educacional online (plataforma Cybertutor) sobre as medidas com microfone e sonda. No decorrer do curso realizarão procedimentos de avaliação formativa e somativa (simulador de casos). Posteriormente, o grupo experimental participará de teleconsultas síncronas (por meio de vídeo interativo e controle remoto de aplicativos) e assíncronas (baseadas no Cyberambulatório). Os participantes serão avaliados por meio de um instrumento baseado em um modelo de quatro componentes: (1) Características da Clientela, (2) Reações, (3) Falta de Suporte à Transferência e (4) Impacto do Treinamento no Trabalho (Zerbini e Addad,2005). A avaliação ocorrerá ao término do curso online (controle e experimental) e ao término das sessões de teleconsulta (experimental). As teleconsultas serão gravadas e analisadas posteriormente por meio de estatística descritiva. Os resultados das avaliações formativas, o desempenho no simulador de caso assim como os resultados de cada componente do instrumento de avaliação serão comparados entre os grupos experimental e controle pelo Teste de Mann-Whitney. Para o grupo experimental, o desempenho no simulador de caso e os resultados do componente "Reações ao Treinamento" obtidos após o curso online a após as teleconsultas serão comparadas por meio do teste de Wilcoxon. Em todos os casos um nível de significância de 5% será adotado.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
PAIVA, Paula Maria Pereira. Telessaúde e audiologia: teleconsulta para o preceptorado clínico na verificação dos aparelhos de amplificação sonora individuais. 2015. Dissertação de Mestrado - Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Odontologia de Bauru (FOB/SDB) Bauru.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas utilizando este formulário.