Busca avançada
Ano de início
Entree

Metabolômica e screening de interações ecoquímicas de plantas da subtribo Lychnophorinae (Asteraceae)

Processo: 12/16646-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2013
Vigência (Término): 22 de outubro de 2014
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Orgânica
Pesquisador responsável:Leonardo Gobbo Neto
Beneficiário:Maria Elvira Poleti Martucci
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto (FCFRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:10/51454-3 - Estudos morfoanatômicos, metabolômicos e moleculares como subsídios à sistemática de espécies de Asteraceae e acesso ao seu potencial farmacológico, AP.TEM
Assunto(s):Metabolômica   Asteraceae   Ecologia química   Quimiotaxonomia

Resumo

A família Asteraceae possui cerca de 11.000 gêneros e mais de 20.000 espécies. A Lychnophorinae, subtribo pertencente à tribo Vernonieae, tem distribuição quase restrita ao Brasil. Do ponto de vista fitoquímico, apresenta LST do tipo guaianolido e germacranolido. As LST são conhecidas devido às suas propriedades antinflamatórias, alelopáticas, tóxicas e deterrentes alimentar para herbívoros. Além das LST, as plantas apresentam uma enorme diversidade de metabólitos secundários, em parte atribuída às suas interações com herbívoros. Estes metabólitos podem apresentar diversos mecanismos de toxicidade contra herbívoros, porém, alguns herbívoros adaptados têm desenvolvido mecanismos para sobreviver às defesas das plantas, podendo até acumular, concentrar ou modificar esses metabólitos para o seu próprio benefício. Atualmente as técnicas metabolômicas são as mais eficazes para estudos ecoquímicos e de perfis metabólicos de plantas. Assim, os objetivos gerais deste projeto são obter perfis metabólicos de plantas da subtribo Lychnophorinae e de insetos que se alimentem dessas plantas, visando a identificar possíveis interações ecoquímicas e ainda, utilizar os perfis metabólicos das plantas como ferramenta quimiotaxonômica para auxiliar na resolução da classificação taxonômica dessa subtribo. Serão utilizados como ferramentas analíticas equipamentos de UHPLC-UV-MS e GC-MS, conforme a necessidade, em conjunto com ferramentas estatísticas metabolômicas

Publicações científicas (4)
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
MARINHO, CRISTINA RIBEIRO; POLETI MARTUCCI, MARIA ELVIRA; GOBBO-NETO, LEONARDO; TEIXEIRA, SIMONE PADUA. Chemical composition and secretion biology of the floral bouquet in legume trees (Fabaceae). Botanical Journal of the Linnean Society, v. 187, n. 1, p. 5-25, MAY 2018. Citações Web of Science: 4.
POLETI MARTUCCI, MARIA ELVIRA; LOEUILLE, BENOIT; PIRANI, JOSE RUBENS; GOBBO-NETO, LEONARDO. Comprehensive untargeted metabolomics of Lychnnophorinae subtribe (Asteraceae: Vernonieae) in a phylogenetic context. PLoS One, v. 13, n. 1 JAN 11 2018. Citações Web of Science: 4.
POLETI MARTUCCI, MARIA ELVIRA; DE VOS, RIC C. H.; CAROLLO, CARLOS ALEXANDRE; GOBBO-NETO, LEONARDO. Metabolomics as a Potential Chemotaxonomical Tool: Application in the Genus Vernonia Schreb. PLoS One, v. 9, n. 4 APR 15 2014. Citações Web of Science: 55.
IGUAL, MICHELLE OGAVA; POLETI MARTUCCI, MARIA ELVIRA; DA COSTA, FERNANDO BATISTA; GOBBO-NETO, LEONARDO. Sesquiterpene lactones, chlorogenic acids and flavonoids from leaves of Vernonia polyanthes Less (Asteraceae). Biochemical Systematics and Ecology, v. 51, p. 94-97, DEC 2013. Citações Web of Science: 13.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
MARTUCCI, Maria Elvira Poleti. Metabolômica e screening de interações ecoquímicas de plantas da subtribo Lychnophorinae (Asteraceae). 2016. Tese de Doutorado - Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto Ribeirão Preto.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.