Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudos sobre a bioacessibilidade e biodisponibilidade de contaminantes inorgânicos em café e ervas

Processo: 12/18004-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2013
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2014
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Analítica
Pesquisador responsável:Solange Cadore
Beneficiário:Catarinie Diniz Pereira
Instituição-sede: Instituto de Química (IQ). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Café

Resumo

Este projeto de pós-doutorado envolve investigações que visam estabelecer a quantificação de elementos essenciais e contaminantes inorgânicos (Al, Ca, K, P, Mg, Cu, Mn, Sr, Se, Mo, As, Cd, Pb e Hg) nas frações bioacessível e biodisponível de infusões de café e ervas, após simulação gastrointestinal in vitro. Os elementos inorgânicos podem ser essenciais ou tóxicos dependendo de sua concentração e função biológica. Dentre as principais vias de exposição a esses elementos, tem-se a via oral, através da ingestão de alimentos e/ou bebidas contaminadas. O estudo que será desenvolvido nesse projeto de pesquisa enfocará os grãos de café, café moído (solúvel) e ervas. O café é considerado o alimento mais consumido no Brasil (e amplamente consumido no mundo) exercendo potencial fonte de nutrientes e de contaminantes inorgânicos, assim como infusões de ervas, popularmente denominadas chás de ervas. Para a quantificação dos elementos serão utilizadas as técnicas analíticas ICP OES e ICP-MS. Para os estudos de bioacessibilidade será empregado um modelo de digestão gastrointestinal (boca, estômago e intestino delgado) in vitro, sendo que a predição da biodisponibilidade dos elementos inorgânicos será conduzida empregando o cultivo de células Caco-2. O desenvolvimento deste estudo fornecerá importantes informações sobre a real ingestão de nutrientes e/ou contaminantes inorgânicos presentes em bebidas amplamente consumidas.