Busca avançada
Ano de início
Entree

Cerne e alburno em eucaliptos: influência da espécie e da idade nas propriedades tecnológicas

Processo: 12/18704-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2013
Vigência (Término): 30 de novembro de 2014
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Civil - Estruturas
Pesquisador responsável:Adriano Wagner Ballarin
Beneficiário:Sabrina Galetti Cherelli
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Agronômicas (FCA). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Eucalipto   Estruturas de madeira

Resumo

Uma das características que mais diferencia as porções de lenho de uma árvore é a formação de cerne e alburno. As bases conceituais que permitiram a definição precisa e os aspectos fisiológicos gerais envolvidos na formação de alburno e cerne foram consolidadas nas décadas de 60, 70 e 80 do século passado. Em tempos mais recentes os estudos focaram, sobretudo, a determinação do volume de cerne relacionado à posição ao longo do fuste e à idade das árvores. Devido à importância do cerne na utilização da madeira em determinadas aplicações, alguns aspectos devem ser mais bem estudados, buscando-se acrescentar resultados para algumas dúvidas que ainda persistem. Este estudo tem como objetivo aprofundar o conhecimento sobre o cerne e alburno de árvores jovens e adultas, buscando determinar a idade inicial de caracterização do cerne, as características que mais se alteram no cerne com a idade e as características que mais se alteram no cerne de árvores adultas de algumas espécies de Eucalyptus. Para determinação do início de caracterização do cerne e características do cerne que mais se alteram com a idade (importância para produção de chapas de fibra e produção de papel e celulose) serão utilizadas árvores jovens de 2, 4 e 6 anos disponibilizadas pela Duraflora S.A., provenientes da região de Lençóis Paulista e Itapetininga; para a determinação das características do cerne que mais se alteram entre as espécies de Eucalyptus, serão utilizadas árvores adultas com idade superior a 20 anos (importância para uso em serrarias) disponibilizadas pela Duraflora S.A. (Eucalyptus grandis) e pela PREMA (Corymbia citriodora, Eucalyptus tereticornis e Eucalyptus saligna). Serão realizadas análises anatômicas (macroscópicas), químicas, e físico-mecânicas nas distintas porções do lenho estudadas. Pela sua oportunidade o estudo apresenta algumas características particulares que o diferenciam dos estudos já realizados, destacando-se a possibilidade de estudar amostras de plantios clonais (e, com isso melhor caracterizar o efeito do ambiente) e o uso de técnicas analíticas contemporâneas, de maior potencial e efetividade, como a SFE - supercritical fluid extration.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
CHERELLI, SABRINA G.; SARTORI, MARIA MARCIA P.; PROSPERO, ANDRE G.; BALLARIN, ADRIANO W. Heartwood and sapwood in eucalyptus trees: non-conventional approach to wood quality. Anais da Academia Brasileira de Ciências, v. 90, n. 1, p. 425-438, MAR 2018. Citações Web of Science: 2.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
CHERELLI, Sabrina Galetti. Cerne e alburno em eucaliptos: influência da espécie e da idade nas propriedades tecnológicas. 2015. 152 f. Dissertação de Mestrado - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Faculdade de Ciências Agronômicas (Campus de Botucatu)..

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.