Busca avançada
Ano de início
Entree

Novos métodos de análise de carne: CL-DAD-EFS e MAD-DOSY

Processo: 12/20507-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de março de 2013
Vigência (Término): 30 de junho de 2013
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Analítica
Pesquisador responsável:Claudio Francisco Tormena
Beneficiário:Eduardo Sanches Pereira Do Nascimento
Instituição-sede: Instituto de Química (IQ). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Carnes e derivados   Ressonância magnética nuclear   Metabolômica   Alimentos

Resumo

Devido à elevada taxa de crescimento da população mundial, aliada a crescente demanda por carne nos países subdesenvolvidos ao longo das próximas décadas, espera-se que por volta de 2050 o consumo de carne seja duplicado (produção mundial anual 302 milhões de toneladas). Concomitante ao aumento no consumo mundial de carne, especialmente carne vermelha, surge um problema de saúde pública conforme demonstrado por recentes estudos de meta-análise indicando que um alto consumo de carne vermelha e carne curada adicionada de nitrito de sódio aumentam o risco de desenvolver câncer colorretal em 20-30%. Acredita-se que o pigmento ferro-heme presente na carne vermelha esteja diretamente relacionado ao processo de tumorigênese. O ferro-heme pode participar na formação de espécies reativas de oxigênio (ROS), e as reações intracelulares incluindo ROS podem resultar na iniciação e progressão da carcinogênese por indução de mutações genéticas, danos cromossômicos e outros efeitos citotóxicos. Em alimentos e sistemas biológicos, os antioxidantes apresentam um papel importante na desativação de radicais e espécies reativas de oxigênio e nitrogênio. Estudos anteriores mostraram que as folhas da erva-mate (Ilex paraguariensis), uma planta nativa brasileira, possuem propriedades antioxidantes. O presente projeto propõe-se a investigar o padrão metabólico da carne proveniente de animal confinado suplementado com erva-mate empregando-se a técnica de RMN (RMN de 1H e bidimensionais) e também a utilização da hifenada CL-DAD-EFS-RMN/EM e difusão por RMN (DOSY e MAD-DOSY) a fim de verificar seu impacto na estabilidade redox da carne e também no seu perfil sensorial. Pretende-se ainda avaliar se as alterações verificadas no metaboloma são responsáveis pelo efeito ou se no caso de animais, principalmente monogástricos, os compostos bioativos ou metabólitos provenientes da erva-mate são transferidos para o tecido alterando sua propriedade redox e sensorial.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
GROSSI, ALBERTO B.; DO NASCIMENTO, EDUARDO S. P.; CARDOSO, DANIEL R.; SKIBSTED, LEIF H. Proteolysis involvement in zinc-protoporphyrin IX formation during Parma ham maturation. Food Research International, v. 56, p. 252-259, FEB 2014. Citações Web of Science: 20.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.