Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento de filtros e protetores solares a partir da intercalação de filtro orgânico em hidróxidos duplos lamelares

Processo: 12/20701-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2013
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2015
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Inorgânica
Pesquisador responsável:Marian Rosaly Davolos
Beneficiário:Gustavo Pereira Saito
Instituição-sede: Instituto de Química (IQ). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara , SP, Brasil
Assunto(s):Compostos híbridos   Protetores solares   Hidróxidos duplos lamelares   Benzofenonas   Propriedades ópticas   Química de intercalação   Espectroscopia ultravioleta

Resumo

O uso de protetores solares é essencial para proteger a pele da radiação solar. Assim, o estudo de filtros orgânicos e inorgânicos bem como dos sistemas coloidais que constituem os protetores requer pesquisa científica. Este trabalho visa o desenvolvimento de novos filtros solares através da intercalação de filtro orgânico em matrizes inorgânicas a fim de se obter uma formulação de protetor solares com melhor desempenho no fator de proteção solar e menor irritabilidade. Dentre as matrizes inorgânicas existentes podemos destacar os hidróxidos duplos lamelares (HDLs), compostos do tipo hidrotalcita capazes de incorporar espécies negativas na região interlamelar. A combinação dos HDLs com os filtros orgânicos resulta em híbridos que podem apresentar propriedades sinérgicas, como estabilidade química e absorção da radiação UV. Além disso, a sua baixa toxicidade e alta biocompatibilidade proporcionam propriedades promissoras para serem utilizados como filtros solares. O hidróxido duplo lamelar [Zn1-xAlx(OH)2](An-)x/n.zH2O será utilizado como matriz inorgânica e o composto 2-(4-dietilamino-2-hidroxibenzoil)-benzoato de hexila (Uvinul-A-PlusÒ) como filtro orgânico para obtenção dos híbridos. As amostras obtidas serão caracterizadas por difração de raios X, análise térmica, espectroscopia vibracional de absorção na região do infravermelho, espectroscopia eletrônica de absorção na região do UV-VIS, espectroscopia Raman e microscopia eletrônica de transmissão e varredura. Os híbridos serão utilizados em formulações de protetores e estas serão caracterizadas por medidas reológicas e espectroscopia de absorção na região do UV- VIS. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.