Busca avançada
Ano de início
Entree

Amor, sexo, casamento e mobilidades em tempos de crise: mercados sexuais e matrimoniais envolvendo Brasil e Espanha

Processo: 12/21429-2
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Pesquisa
Vigência (Início): 15 de fevereiro de 2013
Vigência (Término): 14 de abril de 2013
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Antropologia - Antropologia Urbana
Pesquisador responsável:Adriana Gracia Piscitelli
Beneficiário:Adriana Gracia Piscitelli
Anfitrião: Luísa Carlota Solé Puig
Instituição-sede: Núcleo de Estudos de Gênero (PAGU). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Local de pesquisa : Centre d'Estudis i Recerca en Migracions (CER-Migracions), Espanha  
Assunto(s):Relações homem-mulher   Casamento   Gêneros (grupos sociais)

Resumo

A proposta apresentada neste projeto é explorar como os relacionamentos sexuais e/ou amorosos heterossexuais transnacionais, principalmente casamentos, operam nas mobilidades entre Espanha e Brasil no momento atual. As oportunidades que se abrem no Brasil contrastam com a crise econômica que afeta Espanha, conduzindo ao deslocamento de espanhóis para o Brasil e a migrações de retorno de brasileiros. Simultaneamente, migrantes brasileiras/os fazem esforços para permanecer no exterior e a Espanha ainda atrai fluxos de brasileiros. A bolsa solicitada à FAPESP viabilizará uma fase do projeto, a ser realizada em Barcelona, voltada para analisar os possíveis efeitos do novo posicionamento geopolítico do Brasil nesses relacionamentos. O universo de pesquisa estará integrado por brasileiras/os residentes em Barcelona que tem ocupado diferentes setores de atividade na Espanha e por pessoas espanholas que se relacionam com eles/elas e/ou que procuram aproximações sexuais/amorosas com brasileiros/as no horizonte de uma possível migração ao Brasil. Criando uma perspectiva a partir de resultados de pesquisas anteriores, os principais objetivos deste trabalho de campo são: a) compreender as vinculações desses relacionamentos com os atuais processos de deslocamento entre Espanha e Brasil; b) analisar comparativamente como gênero, articulado a outras categorias de diferenciação, principalmente nacionalidade, permeia esses relacionamentos c) considerar os efeitos dessas diferenças na dinâmica dos casais, na inserção no país de destino, na organização de redes migratórias e nas re-configurações de categorias de diferenciação que afetam às pessoas envolvidas. (AU)