Busca avançada
Ano de início
Entree

Do mar interior ao país continental: permanências e rupturas na aplicação do método "vidaliano-mediterrânico" no Brasil de Pierre Monbeig (1930-1985)

Processo: 12/19286-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2013
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2016
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Geografia - Geografia Humana
Pesquisador responsável:Manoel Fernandes de Sousa Neto
Beneficiário:Larissa Alves de Lira
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):14/08799-0 - A trajetória de Pierre Monbeig antes e depois do Brasil: consulta de fontes (1924-1935/1946-1987), BE.EP.DR
Assunto(s):Mediterrâneo   Brasil   História do pensamento geográfico

Resumo

O objetivo da tese a ser desenvolvida no Programa de Geografia Humana da Universidade de São Paulo será verificar se o método geográfico vidaliano foi aplicado no Brasil depois de ter sido originado nos estudos de Vidal de la Blache sobre o Mediterrâneo. Em seguida, buscaremos saber o modo como isto foi feito. Por intermédio da análise da trajetória institucional, intelectual e teórica de Pierre Monbeig e do contexto histórico em que estava inserido, busca-se a deslindar a trajetória do método vidaliano na obra de Monbeig e como tal método transitou do centro da civilização (o Mediterrâneo) para "o continente". Pierre Monbeig pode ser um laboratório dessa transição metodológica, uma vez que este geógrafo publica variados artigos sobre a Espanha no início do seu doutorado, que começou tendo como tema a região espanhola Baleares, abandonando este trabalho em estágio avançado para então se dedicar ao Brasil. O método empregado na constituição dessa trajetória teórica será centrado no estudo das rupturas e permanências em relação à matriz vidaliana e nos fatores sociais que influenciam sua teoria. Assim, construiremos uma história social das idéias de Pierre Monbeig, onde o que está em jogo é a dialética entre tradição e ruptura na transição do método mediterrânico para o método associado às particularidades brasileiras.

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
LIRA, Larissa Alves de. Pierre Monbeig e a formação da geografia brasileira: uma ciência no contexto do capitalismo tardio. erosão dos valores literários, tentação à ação e sistematização do método (1925-1957). 2017. Tese de Doutorado - Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.