Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento de vitrocerâmicas de elevadas dureza e tenacidade à fratura

Processo: 12/22893-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2013
Vigência (Término): 30 de junho de 2014
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia de Materiais e Metalúrgica - Materiais Não-metálicos
Pesquisador responsável:Edgar Dutra Zanotto
Beneficiário:Carlos Eduardo de Meo
Instituição-sede: Centro de Ciências Exatas e de Tecnologia (CCET). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Cristalização   Dureza   Tenacidade dos materiais

Resumo

Quando submetidos a tratamentos térmicos em temperaturas próximas ou superiores à temperatura de transição vítrea (Tg), materiais vítreos podem sofrer um processo de cristalização, regido pela nucleação e o crescimento de cristais, dando origem, então, a uma vitrocerâmica. Esse processo, controlado, é frequentemente utilizado para modicar as propriedades do vidro precursor, tornando-o, por exemplo, mais duro ou mais tenaz. Por esse motivo, as vitrocerâmicas vêm ganhando destaque em diversos setores, como indústria aeroespacial, de utensílios domésticos sofisticados e de proteção balística, dentre outras. O presente trabalho visa o desenvolvimento de vitrocerâmicas de elevadas dureza e tenacidade a partir de um vidro do sistema MgO-Al2O3-SiO2 ; MAS. Para isso, serão realizados tratamentos térmicos de modo a promover a cristalização controlada do material e, com isso, avaliar, através de ensaios de microdureza Vickers, os valores de dureza e tenacidade à fratura e a sua correlação com a microestrutura. (AU)