Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização funcional da dupla mutação BRAFV600E e RET/PTC3 e análise do perfil de metilação no modelo in vitro e nos tumores da tiroide

Processo: 12/23234-4
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado Direto
Vigência (Início): 06 de maio de 2013
Vigência (Término): 05 de maio de 2014
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Humana e Médica
Pesquisador responsável:Janete Maria Cerutti
Beneficiário:André Uchimura Bastos
Supervisor no Exterior: Alfredo Fusco
Instituição-sede: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa : Università degli Studi di Napoli Frederico II (UNINA), Itália  
Vinculado à bolsa:12/06221-6 - Caracterização funcional da dupla mutação BRAFV600E + RET/PTC3 em carcinoma papilífero da tiroide, BP.DD
Assunto(s):Expressão gênica   Carcinoma papilar   Endocrinologia   Metilação

Resumo

Alterações genéticas têm um papel crucial na patogênese, diagnóstico e tratamento dos tumores da tiroide. O carcinoma papilífero da tiroide (CPT) é o subtipo mais prevalente, sendo que mutações nos oncogenes BRAF e RAS e rearranjos envolvendo o oncogene RET são as mais frequentemente encontradas. Nosso grupo investigou a prevalência dos rearranjos RET/PTC e da mutação no gene BRAF V600E em uma série de CPT (n=118) e correlacionou com dados clínico-patológicos e com o perfil da expressão gênica. Nesta análise identificamos a coocorrência de mutação em BRAF V600E e rearranjos RET/PTC em aproximadamente 13% dos casos, sendo que a isoforma RET/PTC3 ocorreu na maioria. Este dado tem importantes implicações clinicas com relação ao prognóstico e tratamento dos pacientes. Assim, investigaremos o efeito da presença das mutações BRAF V600E e rearranjo RET/PTC3 nas células Nthy-ori 3-1 (célula folicular tiroideana normal imortalizada), comparadas a presença destas mutações isoladamente. Para isso as células Nthy-ori 3-1 serão transfectadas com um vetor de expressão pBudCE4.1 contendo cDNA de BRAF V600E e RET/PTC3, BRAF V600E, RET/PTC3 ou vetor vazio. Os clones selecionados serão avaliados quanto ao efeito na ativação das vias MAPK e PIK3/AKT/mTOR e na expressão dos genes associados ao metabolismo e captação de iodo (NIS, TSHR, TPO, TG e PDS). Além disso, avaliaremos o efeito no crescimento, viabilidade, ciclo celular, apoptose, crescimento independente de ancoragem, nível de instabilidade genética e formação de quebras na fita dupla e mudança no perfil epigenético. Por fim, avaliaremos o perfil diferencial de metilação em lesões benignas (bócio e adenoma folicular), malignas (CPT, carcinoma folicular e carcinoma anaplásico) além do tecido normal tiroidiano e correlacionar com o perfil de mutações previamente determinados.Estas análises permitirão uma melhor compreensão dos eventos genéticos e epigenéticos associados à patogênese e/ou progressão dos tumores da tiroide. (AU)