Busca avançada
Ano de início
Entree

Papel da interação entre a proteína prion e stress inducible protein 1 na auto-renovação in vitro de precursores neurais de encéfalo adulto

Processo: 12/21857-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2013
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2013
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Morfologia - Citologia e Biologia Celular
Pesquisador responsável:Marilene Hohmuth Lopes
Beneficiário:Cainã Max Couto da Silva
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Células-tronco neurais   Proteínas de choque térmico   Neurociências

Resumo

A ocorrência da neurogênese em encéfalo adulto foi, por muitas vezes, desacreditada. Evidências surgiram desde a década de 60, porém apenas na década de 90 tornaram-se suficientes para romper o dogma que estabelecia a estrutura cerebral como fixa e imutável. Ao passo que a ciência evoluiu para aceitação da neurogênese, importantes pesquisas relataram a proteína prion celular (PrPc), uma glicoproteína de membrana associada a diversos processos fisiológicos e patológicos (Transmissible Spongiform Encephalopathy - TSE), como importante fator na biologia de células-tronco, bem como para auto-renovação de precursores neurais (células tronco neurais - CTNs). Ainda, nosso grupo identificou como ligante para PrPc uma co-chaperonina denominada stress inducible protein one (STI1), cuja interação promove neuritogênese, neuroproteção, formação de memória a curto prazo, consolidação de memória a longo prazo e auto-renovação de células-tronco neurais fetais. A partir desses achados, propõe-se um estudo utilizando camundongos tipo-selvagens (Prpn+/+) e nocautes (Prpn0/0) para verificar a interação PrPc-STI1 na auto-renovação e proliferação de células-tronco neurais no encéfalo adulto. Estes achados propiciarão melhor elucidação dos mecanismos que medeiam a neurogênese no encéfalo adulto e melhor compreensão da fisiologia do sistema nervoso central.