Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito da modificação no padrão de aterrissagem na cinemática do membro inferior em corredores sadios

Processo: 12/21968-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2013
Vigência (Término): 30 de novembro de 2013
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fisioterapia e Terapia Ocupacional
Pesquisador responsável:Fábio Viadanna Serrão
Beneficiário:Pedro Andrade de Carvalho
Instituição-sede: Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Corredores   Cinemática

Resumo

O crescimento exponencial do número de corredores é observado em todo o mundo. Nos EUA, mais de 30 milhões de pessoas utilizam a corrida como atividade física cotidiana. Sabe-se que a articulação mais acometida por lesões nessa modalidade esportiva é o joelho (42,1%). Recentemente, foram levantadas hipóteses de que a modificação da técnica de corrida apresenta potencial de reduzir a demanda sobre a articulação do joelho, sendo a técnica de aterrissagem com o antepé no solo uma dessas modificações. Entretanto, ainda não há estudos que avaliaram o efeito dessa técnica de corrida sobre a cinemática do quadril e joelho em corredores sadios. Dessa maneira, o presente estudo terá como objetivo, avaliar o efeito imediato da modificação do padrão de aterrissagem, aterrissagem com o antepé, na cinemática do quadril e joelho durante a corrida. Serão avaliados 15 corredores sadios, com idade entre 18 a 45 anos. A cinemática do quadril e joelho será avaliada utilizando o sistema Qualisys Motion Capture (Qualisys Medical AB, Suécia). Será utilizado o teste t-Student pareado para a comparação das variáveis cinemáticas do quadril e joelho pré e pós-modificação da técnica de corrida caso haja condições paramétricas ou o teste de Wilcoxon caso os dados apresentem condições não-paramétricas. Será adotado um nível de significância de 5%. Espera-se que os dados obtidos no estudo auxiliem no desenvolvimento de programas de treinamento, tratamento e prevenção de lesões no membro inferior para essa população de atletas e, que nos forneça uma maior elucidação sobre a influência da técnica de aterrissagem sobre a cinemática do membro inferior durante a corrida.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)