Busca avançada
Ano de início
Entree

Parâmetros histomorfométricos e hormonais de ratos após exposição gestacional, lactacional e juvenil a dieta com deficiência ou suplementação de zinco: avaliação imediata e tardia

Processo: 12/22704-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2013
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2013
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Morfologia - Histologia
Pesquisador responsável:Juliana Elaine Perobelli
Beneficiário:Ana Priscila Gomes Silva
Instituição-sede: Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação. Universidade do Sagrado Coração (USC). Bauru , SP, Brasil
Assunto(s):Deficiências   Reprodução

Resumo

O presente estudo irá investigar se a exposição a dietas com deficiência ou suplementação de zinco durante a gestação, lactação e fase juvenil interfere em parâmetros histomorfométricos de órgãos reprodutivos e tireoide e nos níveis hormonais da prole masculina avaliada na peripuberdade (avaliação imediata) e na vida adulta (avaliação tardia). Ratas Sprague-Dawley prenhes (n= 10, para cada grupo experimental) serão expostas à dieta padrão (AIN 93G) com níveis normais (0,012mg/g), deficiência (0,005mg/g) ou suplementação (0,18mg/g) de zinco. As mães prenhes receberão as rações experimentais ad libitum do dia gestacional 10 até o dia pós-natal 21 (DPN 21, final do período de amamentação). Após o desmame, a prole masculina será distribuída em três grupos (20 animais/grupo) que receberão as mesmas dietas recebidas durante a vida intra-uterina e lactação até o DPN 53 (G1: dieta padrão; G2: dieta com deficiência de zinco; G3: dieta com suplementação de zinco). No DPN 53, 10 animais/grupo serão eutanasiados para avaliação imediata de parâmetros histomorfométricos dos testículos, epidídimos e tireoide e dosagem dos níveis séricos de hormônios. Os demais animais (10 animais/grupo) serão mantidos recebendo dieta padrão até o DPN 115, quando serão eutanasiados para avaliação tardia destes mesmos parâmetros. Os resultados obtidos no presente estudo irão esclarecer se a ingestão de dieta com níveis alterados de zinco durante importantes períodos do desenvolvimento do animal altera a morfologia de órgãos da reprodução e tireoide e interfere nos níveis de hormônios sexuais e tireoidianos. Além disso, o estudo irá investigar se os possíveis efeitos sobre os parâmetros enumerados acima serão permanentes durante a vida adulta do animal, mesmo após o retorno da ingestão de dieta com concentração padrão de zinco.