Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos da exposição gestacional a genisteína, Indol-3-Carbinol e ao bisfenol a sobre o desenvolvimento e carcinogênese de órgãos reprodutores de fêmeas Sprague-Dawley da geração F1

Processo: 12/23327-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2013
Vigência (Término): 30 de novembro de 2013
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Morfologia - Histologia
Pesquisador responsável:Luís Fernando Barbisan
Beneficiário:Guilherme Ribeiro Romualdo
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IBB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Genisteína   Bisfenol A

Resumo

A exposição in utero a xenoestrógenos pode aumentar o risco de neoplasias de natureza endócrina na vida adulta. O Bisfenol A (BPA), componente de resinas e plástico, considerado xenoestrógeno e desregulador endócrino, tem sido investigado pelos seus potenciais efeitos adversos para a saúde humana. O projeto tem como objetivos: 1) avaliar se a exposição gestacional ao BPA altera o desenvolvimento e/ou aumenta a susceptibilidade ao desenvolvimento de neoplasias em órgãos reprodutores de fêmeas Sprague-Dawley (SD) da geração F1, após iniciação pela N-metil N-nitrosoureia (MNU), 2) avaliar se a exposição gestacional a genisteína e ao indol-3-carbinol altera os efeitos adversos do BPA sobre o desenvolvimento do ovário, ovidutos, útero e vagina na geração F1; 3) avaliar a eficácia dos agentes quimiopreventivos em mães expostas ao BPA e a susceptibilidade a carcinogênese pela MNU. Portanto, fêmeas prenhas da linhagem SD serão divididas em 14 grupos experimentais e expostas ao Bisfenol A (BPA), além de ração basal ou ração contendo genisteína ou indol-3 carbinol. Fêmeas SD serão sacrificadas no Dia Pós-Natal (DPN) 21 e ao final da 25ª semana após iniciação ou não com a MNU. No DPN 21, os ovários e útero serão removidos para análise histológica, além da coleta de sangue para dosagem hormonal. A prole restante de fêmeas receberá uma única dose de MNU ou solução de NaCl no DPN 51 e será sacrificada na 25ª semana após a aplicação de MNU ou de NaCl. Ovários e útero serão removidos para análises histológicas, incluindo a determinação incidência, multiplicidade e tipos histológicos de neoplasias.