Busca avançada
Ano de início
Entree

Influência da N-acetilcisteína sobre a apoptose na musculatura esquelética de ratos com insuficiência cardíaca crônica

Processo: 12/23936-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de março de 2013
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2015
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Paula Felippe Martinez
Beneficiário:Vinicius Milani Lopes
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FMB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Glutationa   Músculo esquelético   Sistema musculoesquelético   Ratos   Apoptose   Cardiologia

Resumo

Embora apoptose de fibras musculares esqueléticas seja frequentemente observada na IC, poucos estudos avaliaram mecanismos responsáveis por sua ocorrência. Um dos fatores que ativa vias de sinalização de apoptose é o estresse oxidativo. Vários trabalhos descreveram relação entre concentração intracelular de glutationa e apoptose. A N-acetilcisteína (NAC) constitui importante fonte de cisteína para a síntese de glutationa. Sua administração pode normalizar os níveis de glutationa total no coração de ratos infartados e reduzir marcadores de estresse oxidativo. Neste estudo, verificaremos se o tratamento com N-acetilcisteína restabelece o conteúdo e o estado redox da glutationa e inibe ou atenua a apoptose em músculo esquelético de ratos com IC induzida por infarto do miocárdio (IM). Serão constituídos três grupos de ratos: controle (sham), IM-C (sem tratamento) e IM-NAC (tratado com NAC por dois meses). O músculo gastrocnêmio (porção branca) será avaliado seis meses após a indução do IM. Disfunção ventricular será confirmada por estudo ecocardiográfico e IC por dados anátomo-patológicos. As áreas seccionais das fibras do músculo gastrocnêmio (porção branca) serão mensuradas em cortes histológicos corados com hematoxilina-eosina. O conteúdo de glutationa muscular e a fragmentação de DNA serão avaliados por meio de kits comercialmente disponíveis. A expressão proteica de caspases, marcadores de apoptose, e de repressor de apoptose com domínio de recrutamento de caspase (ARC), proteína anti-apoptótica, será mensurada por Western blot. Análise estatística: ANOVA e Bonferroni.