Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação do fator runoff da MEUPS em duas bacias hidrográficas de diferentes características morfopedológicas

Processo: 12/23346-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2013
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2013
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Geociências - Geografia Física
Pesquisador responsável:SERGIO DOS ANJOS FERREIRA PINTO
Beneficiário:Antonio Aparecido Couto Júnior
Instituição-sede: Instituto de Geociências e Ciências Exatas (IGCE). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Rio Claro. Rio Claro , SP, Brasil
Assunto(s):Sistema de informação geográfica (SIG)   Geotecnologias   Erosão hídrica   Recursos naturais   Bacia hidrográfica

Resumo

A compreensão das relações existentes entre os elementos naturais é fundamental para que possam ser promovidos o ordenamento de uso, ocupação e gestão sustentável dos sistemas ambientais. Nesse sentido, as geotecnologias adquirem grande importância, sobretudo pelo fato de dar suporte a trabalhos diagnósticos das condições ambientais de uma área, visando subsidiar políticas de planejamento e gestão de recursos naturais terrestres. A Equação Universal de Perda de Solo Modificada (MEUPS), como um modelo preditivo à erosão, é importante por possibilitar a prevenção de impactos ambientais que possam interferir drasticamente em ambientes naturais ou antrópicos, bem como evitar possíveis desperdícios financeiros e até mesmo contribuir para maior eficiência da produção agrícola. Dentre os fatores contemplados pela MEUPS, o Fator Runoff interfere diretamente na dinâmica erosiva de uma bacia hidrográfica, pois envolve variáveis relacionadas aos processos hidrológicos que nela ocorrem. Nesse estudo serão trabalhados alguns parâmetros da MEUPS, salientando-se o Fator Runoff para a Bacia Hidrográfica do Ribeirão Monjolo Grande (Ipeúna-SP) e do Ribeirão Jacutinga (Rio Claro-SP). A obtenção desses parâmetros será pautada na utilização de geotecnologias, sobretudo em Sistemas de Informação Geográfica (SIG), com o auxílio de dados secundários e visitas periódicas a campo. (AU)