Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo dos endoparasitos do PEIXE-CACHORRO Acestrorhinchus lacustris (Lütken, 1875) (Characiformes: Acestrorhynchidae) coletado em dois diferentes trechos do Rio Batalha, médio Rio Tietê, SP, Brasil

Processo: 12/20623-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2013
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2013
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Recursos Pesqueiros e Engenharia de Pesca - Aquicultura
Pesquisador responsável:Vanessa Doro Abdallah Kozlowiski
Beneficiário:Natacha Heloisa Olavo Pedro
Instituição-sede: Centro de Ciências da Saúde. Universidade do Sagrado Coração (USC). Bauru , SP, Brasil
Assunto(s):Rio Batalha   Parasitologia

Resumo

Atualmente a biodiversidade dos ecossistemas marinhos e dulcícolas tem sido ameaçada, principalmente por problemas ambientais, e o rio Batalha que pertence à Bacia Hidrográfica do Médio-Tietê e percorre cerca de 167 quilômetros é um exemplo de ambiente que vem sofrendo com várias agressões antrópicas. Sua nascente está localizada na Serra da Jacutinga (Agudos-SP) desaguando no rio Tietê. A má utilização e ocupação do solo por atividades desenvolvidas em sua área de drenagem (monocultura, reflorestamento e pecuária) têm reduzido a mata nativa e ripícola, desencadeando alterações da qualidade de suas águas e exposição das áreas das nascentes a crescentes processos de erosão de áreas terrestres adjacentes ao rio, que conduzem ao assoreamento de seu leito, além da poluição das suas águas. Além disso, existem grandes indústrias na maioria das cidades que margeiam o rio Batalha, que contribuem para a poluição deste rio, além do fato de algumas cidades tratarem somente uma porcentagem de seu esgoto, sendo o restante jogado no rio "in natura". Este rio é o responsável pelo abastecimento de 45% da população bauruense. Nos últimos anos, os parasitos têm sido reconhecidos como importantes componentes da biodiversidade global. Determinar o papel integral dos parasitos nos ecossistemas naturais, identificar os pontos de acesso de alta diversidade parasitária, assim como áreas de baixa diversidade é crucial para o completo conhecimento do funcionamento da biosfera. Desta forma, o principal objetivo deste projeto será diagnosticar qualitativamente e quantitativamente as comunidades parasitárias dos endoparasitos de Acestrorhunchus lacustris (Lütken, 1875) no rio Batalha, buscando responder se as mesmas estão sendo influenciadas pelos diferentes ecossistemas aquáticos (lagoa/calha) deste rio.