Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo Comparativo de Técnicas de Transformação de Bacillus megaterium por Eletroporação e Protoplastos visando a Produção de Proteínas Recombinantes.

Processo: 12/21348-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2013
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2013
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Química - Processos Industriais de Engenharia Química
Pesquisador responsável:Rosineide Gomes da Silva Cruz
Beneficiário:Renata Porto Sampaio
Instituição-sede: Centro de Ciências Exatas e de Tecnologia (CCET). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Bacillus megaterium   Proteínas recombinantes   Bioquímica   Protoplastos   Eletroporação

Resumo

Este projeto de iniciação científica tem como objetivo dar continuidade aos estudos da etapa de transformação de Bacillus megaterium visando à produção da Penicilina G Acilase (PGA) recombinante. A área de Engenharia Bioquímica do Departamento de Engenharia Química da Universidade Federal de São Carlos (DEQ/UFSCar) possui há anos linha de pesquisa voltada para a produção de PGA por Bacillus megaterium, visando tanto ao entendimento do processo como à formação de pessoal qualificado. Os estudos iniciais utilizavam Bacillus megaterium selvagem e após vários anos tendo como objetivo o aumento da expressão de PGA iniciaram os estudos para expressão da enzima por microrganismo recombinante. Um dos maiores obstáculos enfrentados até o momento reside na etapa de transformação do Bacillus megaterium. A transformação bacteriana consiste em inserir um vetor, no caso um plasmídeo (DNA exógeno), numa bactéria conferindo a esta novas características, como por exemplo, resistência a determinado antibiótico e a habilidade de produzir moléculas de interesse comercial. A transformação é considerada além de uma etapa crítica, um evento de importância central no processo de clonagem.Pretende-se com essa proposta de trabalho de iniciação científica dar continuidade aos estudos das técnicas de transformação em B. megaterium, que diferentemente da E. coli é um microrganismo Gram-positivo. Até o presente momento, não se obteve sucesso nas tentativas de eletroporação do microrganismo com os protocolos utilizados. Assim, diante das dificuldades encontradas na transformação de Bacillus megaterium é que se insere este projeto. Espera-se dessa forma avançar nas pesquisas de um importante catalisador para a indústria farmacêutica e capacitar aluno em nível de IC para trabalhos em laboratório de Bioquímica e Biologia Molecular visando ao enriquecimento e à complementação da sua formação.